É O CÚMULO!

4 agosto 2013


Cúmulo quer dizer o máximo

O máximo é estar por cima

No mais alto patamar

Com as palavras vou brincar

Vou rimar rima com rima

O CÚMULO DA INTELIGÊNCIA

Não é uma frase poética

Tomar sopa de Letrinhas

E depois dar bem certinha

Uma Cagada em Ordem Alfabética

O CÚMULO DO ENGANO

Esse não é imoral

Uma minhoca enganada

Entra numa Macarronada

Pensando que é um Bacanal!

O CÚMULO DA INGRATIDÃO

Não quer dizer coisa alguma

O filho gozar num pote

E dizer: Pai ói meu dote

Não devo mais pôrra nenhuma!

Tem o CÚMULO DO BARULHO

Feche a porta e passe o trinco

Duas Caveiras transando

Osso com osso se amando

Encima duma folha de Zinco!

O CÚMULO DO DESPERDÍCIO

Vão dizer eu já sabia

Uma Kombi cair num abismo

Dentro dela dois Políticos

Quando Doze nela cabia!

Existe o CÚMULO DA DOR

O Masoquista é tiéte

Num tanque de Álcool mergulhar

Só depois de deslizar

Num Tobogã de Gilete

O CÚMULO DA MAGREZA

Veja só se adivinha

Se deitar num alfinete

Se esticar pra cacete

E se cobrir com a Linha

O CÚMULO DA LERDEZA

Não dá nem pra acreditar

Botar fé em Joguinho

Você apostar sozinho

E ficar em segundo lugar

O CÚMULO DA ESPERANÇA

Esse não está com nada

Um Travesti já meio velha

Tomar suco de groselha

Só pra ficar Menstruada

O CÚMULO DA MALDADE

É coisa meio patética

Na hora de executar

O Carrasco colocar

Tachinhas na Cadeira Elétrica

O CÚMULO DA RAPIDEZ

Não desejo ao inimigo

Ir ao enterro de um Parente

Sair assim tão urgente

E ainda encontrá-lo Vivo!

O CÚMULO DA REBELDIA

Esse eu não suporto

Mesmo morando sozinho

Sair e deixar um recadinho:

“Vou e não sei se volto!”

Veja o CÚMULO DA SORTE

É de suma importância

É você meio “Ramado”

Ser na rua atropelado

Logo por uma Ambulância!

Tem o CÚMULO DO AZAR

Num dia só ser roubado

Ver a mulher com o Patrão

E o filho com um Negão

Todos dois sendo enrrabados!

O CÚMULO DA IGNORÂNCIA

Esse está fora de linha

É um Cara Picareta

Desmontar uma caneta

Pra procurar as Letrinhas!

O CÚMULO DA VAIDADE

Vai bem fundo do seu Âmago

A mulher sair do Tom

E engolir um Baton

Pra pintar a Boca do Estômago!

O CÚMULO DA NULIDADE

É levar uma vida Nula

No Campo de Futebol

A posição é uma só

Ser “reserva” de Gandula

O CÚMULO DA TRAIÇÃO

Eu vou citar essa bosta?

É alguém se suicidar

Tentar você mesmo se matar

com uma facada nas Costas

O CÚMULO DA BOA VISÃO

Chega a ser grande conquista

Um Judoka ir lutar

Dez Faixas-Pretas derrubar

Só com um Golpe de Vista!

Veja o CÚMULO DA SEDE

Do Deserto você vem

Mas vem com tanta sede

Já ficando quase verde

Que chega a tomar um Trem

Tem o CÚMULO DA FEIÚRA

Pior que esse não há

É você se olhar no espelho

E ele quebrar no meio

Te dando Sete anos de Azar

Tem o CÚMULO DA POBREZA

Dessa vez um Mudo fala

É Vender a própria Camisa

Porque o dono precisa

Comprar sabão pra Lavá-la

O CÚMULO DA PACIÊNCIA

Tem que ter “Saco” não négo

É chupar um parafuso

Sugar tanto que o uso

Vai fazer virar prego

O CÚMULO DO EXAGERO

É coisa meio maluca

No Rio de Janeiro passear

E resolver ir passar

Manteiga no Pão de Açúcar!

O CÚMULO NO FUTEBOL

Nem sei se é cúmulo essa joça!

É você chutar no “Gol”

Mas o que você acertou

Foi a droga de um “Corsa”!

Tem também CÚMULO DO VÔLEI

Deixa a gente meio Bobo

Dar na bola um Sóquete

Rebater com uma “Manchete”

E acertar na “Rede Globo”

O CÚMULO DA AVAREZA

Sovina não leve a mal

Atravessar um rio à nado

Levando na mão trancado

Sem nem molhar um Sonrisal

Veja o CÚMULO DA SENSURA

De besteira já estou farto

A parturiente Renega

Proibida de abrir as Pernas

Mesmo na hora do parto

O CÚMULO DA CONFIANÇA

Maluco também tem Nome

Confia tanto no amiguinho

Que até jogam palitinho

Todos dois por Telefone

O CÚMULO DA DESCONFIANÇA

Quando o cabra é trambiqueiro

No Supermercado ir comprar

Mas ninguém vai confiar

Nem ele pagando a Dinheiro!

O CÚMULO DA EDUCAÇÃO

Os Viados desse gosta

Quando o dito cujo é enrabado

Se desculpa encabulado

Por ter que ficar de Costas!

O CÚMULO DA EJACULAÇÃO PRECOCE

A mulher já dando Pôpa!

O cara já se vestindo

Pergunta: – “Foi bom?” Sorrindo

E ela nem tirou a roupa!

O CÚMULO DA FRIGIDEZ

Não é difícil Entender

Depois de fazer Amor

Ele pergunta: Gostou?

E ela pergunta: De quê?

O CÚMULO DA DISTRAÇÃO

O Cara em Lua-de-Mel

No Motel curte demais

De manhã toma um chuveiro

E ao lado do travesseiro

Sai e deixa vinte Reais!

O CÚMULO DO EGOISMO

Esse vai muito mais além

Sua curiosidade aguçar

Só que pode se Aquetá

Eu não conto pra ninguém!

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.