Depois das creches, Rodrigo Cunha busca retomada de obras de unidades de saúde

19 jul 2019 - 08:31


Rodrigo Cunha visitou o ministro da saúde (Foto: Assessoria)

Depois de fazer um pente-fino nas obras de creches paradas em Alagoas, o senador Rodrigo Cunha tem dado sequência a esse trabalho. O próximo foco será na saúde. Ontem, ele se reuniu com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para discutir o problema das Unidades Básicas de Saúde (UBS) paralisadas. 

A exemplo das creches e pré-escolas, há milhares de construções dessas UBS que ficaram pelo caminho, e ainda não foram entregues à população. Na reunião, o senador Rodrigo propôs ao ministro a possibilidade de repactuação dos contratos que perderam o prazo de validade. E assim as construções voltarem a andar, solução semelhante à que o alagoano tem buscado para retomar as creches paralisadas.  

O ministro Mandetta foi receptivo, e disse que não medirá esforços para que o problema seja resolvido. Segundo ele, Alagoas conta com apenas 20% das unidades de saúde informatizadas. O estado, contou, será piloto de um projeto de informatização do prontuário, tornando-o eletrônico. 

O senador Rodrigo também aproveitou para pedir o credenciamento da Unidade de AVC do Hospital Carvalho Beltrão, em Coruripe, que é a primeira em Alagoas. Mandetta reconheceu a importância da unidade para o atendimento neurológico dos alagoanos, e garantiu uma atenção especial para o processo de habilitação. 
Rodrigo Cunha falou ainda sobre a importância da atenção primária, que, segundo Mandetta, é uma prioridade do governo.

“É muito importante que se enxerque as necessidades do município, e todo o processo começa na atenção primária. Um bom exemplo são os mutirões. Numa cidade de dez mil pessoas você monta uma ação para fazer exames de vista, e ali pode aproveitar para identificar quem precisa de dentista ou outra especialidade, e fazer o encaminhamento”, apontou o senador na reunião.

Por Assessoria

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.