Delegado e Secretário de Estado falam de crime contra mãe e filha em Olivença Nas redes sociais e na imprensa, autoridades falaram sobre caso que parou a cidade sertaneja.

27 out 2021 - 10:00


Secretário de Segurança e Delegado falaram sobre o caso em Olivença (Fotos: Alagoas na Net / Reprodução PC-AL)

Autoridades da segurança pública de Alagoas se manifestaram a respeito do crime que aconteceu na última segunda-feira (25) dentro de um cartório em Olivença e que vitimou fatalmente Damiana Roberto Correia Mélo, de 45 anos, e deixou sua filha ferida, Dayrla Roberto Correia de Mélo, 21.

O primeiro a falar do assunto foi o delegado Hugo Leonardo, responsável pela Delegacia Regional de Polícia (DRP) em Santana do Ipanema e responsável pelo inquérito do caso. Em vídeo postado nas redes sociais da Polícia Civil, ele indica que as investigações estão bastante avançadas.

“A Polícia Civil e Militar iniciaram todos os levantamentos no dia do crime e hoje (terça-feira) recebi e vou dar continuidade ao inquérito, com as oitivas necessárias e receber os laudos do IML para concluir esse caso o mais rápido possível, com a urgência que ele requer”, declarou o delegado.

Veja abaixo o vídeo do delegado Hugo Leonardo:

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Polícia Civil de Alagoas (@policiacivildealagoas)

VEJA TAMBÉM

PM apreende moto usada por suspeito de atirar em mãe e filha em Olivença

Jovem baleada em Olivença era ameaçada e perseguida pelo ex, diz irmã da vítima

Olivença: Suspeito de atirar em mãe e filha foi preso armado ano passado

Associação de Cartórios e Corregedoria do TJ emitem nota sobre crime em Olivença

Alfredo Gaspar

Quem também trouxe uma fala sobre o crime foi o secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar. Em entrevista a uma rádio de Santana do Ipanema, o titular da pasta disse que esteve em Olivença, no mesmo dia do crime, com o intuito e demonstrar repúdio as ações criminosas do autor.

“Estamos com um trabalho intenso para prender esse assassino. Ele cometeu um crime estúpido e terminou por vitimar duas pessoas. Nós não iremos permitir a impunidade e ele será alcançado. As investigações estão bem avançadas e a polícia está toda empenhada em alcançá-lo. Esse é o nosso trabalho e nós vamos cumprir”, asseverou Gaspar.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.