Curso de Pedagogia da Ufal lança livro para comemorar 10 anos no Sertão Evento será realizado na segunda-feira (29), às 15h, no canal da Edufal no Youtube.

27 mar 2021 - 10:51

Curso de Pedagogia lança livro para comemorar 10 anos do Campus do Sertão (Foto: Divulgação)

Para comemorar uma década de atuação no Campus do Sertão da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), será lançado, na próxima segunda-feira (29), às 15h, pelo canal da Edufal no Youtube, o livro Memórias e desafios dos 10 anos da Pedagogia no Campus Sertão. A publicação reúne relatos sobre a história e as experiências construídas durante uma década do curso em suas diversas áreas de ensino. A iniciativa partiu da atual coordenação (gestão 2019-2021), que tem à frente a professora Lilian Kelly de Almeida Figueiredo Voss.

O livro reúne capítulos de autores e autoras nas categorias docentes, técnicos, estudantes e egressos. “Com a reunião dos textos, buscou-se construir uma narrativa sobre a história do curso e colaborar com a construção da sua memória. Assim, os objetivos da coletânea são: registrar aspectos da história do curso de Pedagogia nos últimos 10 anos e evidenciar a consolidação desse curso e suas contribuições para a formação docente na região sertaneja”, destaca a apresentação do livro.

Além de ressaltar uma trajetória de formação de muita relevância no contexto do Sertão, relacionando os aspectos que contemplam a metodologia pedagógica, aprendizagem, construção do conhecimento e práticas, a coletânea também fala sobre as perspectivas do curso. “Uma construção coletiva de memórias, desafios e conquistas enveredadas por docentes, discentes, técnicos e egressos do curso de Pedagogia, ao longo de 10 anos de formação e transformação nos arrabaldes sertanejos”, destacaram os autores e autoras.

Na live de segunda-feira(29), todas as pessoas que participaram dessa construção coletiva vão poder expor a importância e a riqueza desse período. “O livro tem uma importância simbólica para o curso por ser um registro de parte da história desta licenciatura no Sertão alagoano. Além disso, esperamos que, por tratar-se de um e-book gratuito, nossos graduandos e graduandas tenham fácil acesso às reflexões produzidas por colegas, docentes e técnicos autores dos capítulos”, adiantou a professora Suzana Libardi.

Mesmo os mais recentes no Campus do Sertão também destacam a satisfação em participar da obra. “Sou muito grata por fazer parte desse maravilhoso time de organizadoras. Embora eu seja a pessoa que menos vivenciou toda essa trajetória de lutas e constituição da identidade do curso de Pedagogia do Campus do Sertão, fico imensamente feliz pela oportunidade que nos foi dada de conhecer um pouco dessa história. Tenho certeza de que este livro trará muita visibilidade ao nosso curso de Pedagogia”, ressaltou Ana Paula Solino.

A pedagoga Giseliane Medeiros, formada no curso de Pedagogia do Campus do Sertão, também colaborou com o livro. “Sou egressa da graduação e depois fiz o mestrado, agora estou fazendo o doutorado. Tive o prazer de retornar como professora substituta compartilhando saberes e fazeres com aqueles que foram meus professores, inspiradores e que se tornaram colegas de trabalho”, relatou Giseliane.

Ela destaca, ainda, como ficou feliz em colaborar com a produção: “Participar como organizadora desse livro é um privilégio inenarrável, pois o curso de Pedagogia da Ufal transformou e transforma as vidas de muitos sertanejos e sertanejas que, assim como eu, ousaram e agarraram com afinco a oportunidade. Agradeço a todos os meus professores, alunos e a essa equipe competente de organização pela produção de um livro coletivo que reflete conquistas, mas também muita luta. Tenho uma dívida de gratidão que não prescreve!”

Lílian Figueiredo Voss foi uma das professoras de Giseliane e manifesta o orgulho por essa trajetória. “Há dez anos compartilho de minhas experiências e estudos no Campus do Sertão. A Giseliane foi minha aluna e hoje cursa doutorado, se tornando minha amiga e organizadora deste livro; como não se orgulhar? Essa coletânea era um sonho guardado, que hoje, com a parceria dessas lindas mulheres, conseguimos organizar e, agora, vamos apresentar ao nosso campus e ao público em geral. Tenho uma eterna gratidão ao Sertão. Poder transformar e participar de realização de sonhos, é, sobretudo, uma honra e um presente”, ressaltou a professora.

O atual diretor da Editora Universitária da Ufal, José Ivamilson Silva Barbalho, também é docente do curso de Pedagogia do Campus do Sertão. Lilian Figueiredo agradeceu a ele e ao diretor anterior, que deu início ao projeto. “Ter um colega de curso na direção da Edufal nesse momento, eu simplesmente transbordo de felicidade. Também gostaria de agradecer ao professor Elder Maia, que foi diretor em 2020 e abraçou nossa ideia. Agradeço toda a gentileza da equipe da editora, bastante comprometida ao longo de toda a produção”, concluiu a coordenadora, Lílian Figueiredo Voss.

Serviço

O quê: Live de lançamento

Quando: segunda, dia 29 de março, às 15h

Onde: transmissão pelo canal da Edufal no Youtube

Por Assessoria / Ufal

Comentários