Sobre Erickson Soares

Comecei a escrever para blogs em 2012. Gosto de coisas simples e bem planejadas. Pontual, e isso não é tão bom assim.


Curiosidade sobre a morte de Getúlio Vargas

28 agosto 2014


tancredo-neves-e-getulio-01Tancredo Neves e Getúlio Vargas

Este mês completa-se 60 anos da morte de Getúlio Vargas, diante de uma grave crise política que acometia o Brasil. Os militares exigiam a renúncia imediata do presidente Getúlio Vargas.

Na última reunião de Getúlio com seu ministério, o então Ministro da Justiça, Tancredo Neves, na época com 44 anos de idade, recebe do presidente uma lembrança; uma linda caneta. Era uma Parker 51 de ouro, cravejada de brilhantes e rubis, com o nome do presidente gravado e uma história dramática. Foi com essa caneta que Getúlio assinara sua Carta Testamento. Ele teria dito a Tancredo: ” – Para o meu amigo certo das horas incertas. ” Horas depois, o presidente suicidava-se com um tiro. No seu enterro, Tancredo era um dos mais emocionados. Guardou com todo carinho a derradeira lembrança.

Trinta anos depois. Tancredo Neves, primeiro Presidente civil (ainda eleito pelo Colégio Eleitoral) desde o Golpe Militar de 1964, adoece gravemente no dia 14 de março de 1985, doze horas antes de sua posse. Durante os 38 dias de internação, se submeteu à 7 cirurgias. Faleceu no dia 21 de abril. Ele guardava consigo a caneta Parker, presente de Getúlio Vargas, e seria com ela que assinaria o termo de posse como Presidente da República.

Quem herdou a caneta foi o neto de Tancredo, Aécio Neves. Coincidência ou não, Aécio é candidato a Presidente. Fato, no mínimo, curioso… 

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O BLOG

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.