CSA perde para Vitória-ES e tem mais uma eliminação precoce na Copa do Brasil

07 fev 2020 - 09:46


CSA perde para Vitória-ES e repete mais um ano de eliminação precoce na Copa do Brasil (Foto: Michal Jarmoluk / Pixabay)

Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, bom, para o time do CSA isso é um mito. Na noite desta quinta-feira (6), em Vitória no Espírito Santo, a exemplo de 2019 o azulão foi eliminado da Copa do Brasil na primeira fase.

O CSA começou vencendo, fez um a zero com Allano. A jogada se deu aos 21 minutos, quando Rafinha cruzou, Renatinho chutou, a bola foi na zaga do Vitória e sobrou para Allano, que tocou de primeira no gol: 1 a 0.

O azulão foi melhor praticamente em todo primeiro tempo, depois de ter tomado o gol o Vitória saia mais para o jogo tentando o empate, já o CSA se fechou e saia apenas no contra ataque.

Diante de sua torcida e querendo fazer história na competição, o alvianil continuou buscando vazar a zaga do CSA e empatar a partida ainda no primeiro tempo, e conseguiu. Aos 42 minutos, Edinho cobrou o escanteio, Ferrugem escorou no primeiro pau e Cássio tocou de cabeça para empatar: 1 a 1.

Se terminasse assim, o resultado garantia o CSA na próxima fase e mais R$ 650 mil nos cofres azulinos, mas o sonho da permanência acabou no início do segundo tempo. Aos 4 minutos, Baiano ajeitou para Edinho, que soltou a bomba de fora da área e a bola foi no cantinho, sem chance para Caíque: 2 a 1.

Entre os cronistas mais cascudos do de Alagoas, a continuidade do técnico Barbiere no comando do CSA é insustentável e ele pode deixar o cargo depois do clássico com o CRB domingo pela Copa do Nordeste ou até antes, depois de uma conversa com a diretoria azulina.

Por Ranio Costa / Da Redação 

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.