Polícia prende três acusados de matar empresário que estava desaparecido

27 fev 2021 - 15:04


Empresário foi encontrado morto (Foto: Reprodução / Redes sociais)

Policiais da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), sob o comando do delegado Gustavo Xavier, prenderam, na noite dessa sexta-feira, 26, três suspeitos na morte do empresário Gilmário Alencar, que era dono de uma funerária em Olho D’água das Flores e que estava desaparecido desde o último dia 24. Um quarto suspeito de participação no crime morreu em confronto com os policiais.

De acordo com o delegado Gustavo Xavier o crime foi planejado pelo proprietário de um lava jato da cidade, que contou com a participação de dois funcionários e do genro dele. O dono do lava jato e o genro deviam R$ 10 mil e R$ 8 mil, respectivamente à vítima, que vinha cobrando a dívida.

O empresário Gilmário Alencar foi rendido dentro do lava jato, no dia 24, por um dos funcionários do estabelecimento, que estava armado com uma espingarda calibre 12. Foi esse funcionário que morreu em confronto com a polícia. Em seguida, Gilmário foi assassinado por estrangulamento e seu corpo foi deixado dentro do escritório do lava jato.

Veja a matéria completa no TNH1

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.