11 mil toneladas de milho já foram doados

14 fev 2013 - 16:04


Foto: Adaílson Calheiros

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já disponibilizou 11 milhões de quilos de milho aos criadores dos municípios em situação de emergência por conta da seca. A informação foi confirmada pelo superintendente do órgão em Alagoas, Elizeu Rego, durante reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca, nesta quinta-feira (14).

Segundo ele, a entidade ainda tem um estoque de dois milhões de quilos de milho nos armazéns de Maceió, Palmeira dos Índios e Santana do Ipanema. “Já contratamos mais três milhões de quilos, que em breve já estarão em Alagoas”, completou.

Para os criadores que possuem até 40 animais, cada saca de 60 quilos de milho é repassada por R$ 18,12; para quem possui entre 41 e 120 animais, a saca custa R$ 22; e, para quem tem mais de 120 animais, a saca pode ser adquirida na Conab por R$ 24,60.

“O milho é um componente importante da alimentação dos bovinos, serve como energético para produção de leite e carne e manutenção dos animais”, salientou o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), Hibernon Cavalcante.

Farelo de milho e soja

A solenidade de repasse de farelo de milho e farelo de soja aos criadores dos municípios em situação de emergência por conta da seca foi confirmada para esta sexta-feira (15), às 10h, em Santana do Ipanema.

O Governo do Estado, numa ação conjunta com o Governo Federal, vai disponibilizar inicialmente 180 toneladas do produto. “O repasse de farelo é também uma demanda dos produtores, que indicaram essa necessidade ao Comitê Integrado de Combate à Seca. Somando esta ação a outras que já estão sendo executadas, esperamos amenizar um pouco mais a situação dos agricultores, pois a seca continua”, frisou o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, José Marinho Júnior.

Os dois tipos de farelo servem de alimento para os animais, principalmente bovinos, e vão ajudar a garantir a produção de leite. Ao todo, o Governo vai distribuir 1.508 toneladas de farelo de soja e 3.150 toneladas de farelo de milho. A aquisição dos produtos, por meio de licitação, foi realizada com recursos repassados pelo Governo Federal para as ações de combate à seca.

Bolsa Estiagem

Durante a reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca, foi confirmado que o Bolsa Estiagem disponibilizará mais duas parcelas no valor de R$ 80 cada. Com isso, cada agricultor beneficiado vai receber, ao todo, nove parcelas de R$ 80, totalizando R$ 720. Em Alagoas, o programa atende 24 mil agricultores familiares que possuem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

Para o secretário José Marinho Júnior, o acréscimo de mais duas parcelas significa a garantia de renda para o pequeno produtor rural, que enfrenta dificuldades para levar suas atividades adiante.

Por Ascom Seagri

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.