CRB dá um jeito de integrar estrangeiro ao elenco em meio a pandemia da Covid-19

29 Maio 2020 - 09:31

Diego Torres tem 29 anos e veio para o CRB depois de defender a Chapecoense. (Foto: reprodução / Instagram / CRB)

Com o retorno do futebol se tornando cada vez mais debatido no Brasil, as duas grandes equipes de Alagoas focam nos trabalhos físicos e burocráticos. O CSA ainda pode disputar o Alagoano e a Série B Nacional, já o CRB, além das duas competições do time rival, também integra a Copa do Brasil, que foi paralisada na 3ª fase.

De todos os jogadores que compõem o elenco regatiano, apenas o argentino Diego Torres não está trabalhando junto com os companheiros de clube. O meia ficou em Córdoba, e para voltar ao Brasil aguarda a abertura da fronteira fechada no início da Pandemia, para evitar a proliferação do novo coronavírus no país.

Diego Torres tem 29 anos e veio para o CRB depois de defender a Chapecoense. Além dele, também foi trazido do time catarinense o experiente zagueiro Gum, o que segundo o argentino vai facilitar muito para sua adaptação.

Apresentação virtual

E para não ficar totalmente isolado do restante do elenco, o meia argentino foi apresentado aos companheiros com uma ferramenta que tem se tornado rotineira durante essa pandemia. O CRB integrou o atleta aos demais através de videoconferência.

Diego disse que, apesar de uma apresentação diferente, foi bacana conhecer o elenco e espera poder estar fisicamente integrado ao restante do grupo o mais rápido possível.

Por Ranio Costa / Da Redação

Comentários