Corregedoria-Geral da Justiça visita quatro comarcas de Alagoas Acompanhado por dois Magistrados Auxiliares, Corregedor-Geral, Des. Fábio Bittencourt, dialogou com Juízes de Direito, Servidores e Tabeliães

Niel Rodrigues / Assessoria

06 Maio 2022 - 18:03


Acompanhado por dois Magistrados Auxiliares, Corregedor-Geral, Des. Fábio Bittencourt, dialogou com Juízes de Direito, Servidores e Tabeliães (Foto: Niel Rodrigues / Assessoria)

Nesta quinta-feira (05), o Corregedor-Geral da Justiça, Des. Fábio José Bittencourt Araújo, e os Magistrados Auxiliares Anderson Santos dos Passos e José Miranda Santos Júnior visitaram as Comarcas de Junqueiro, Teotônio Vilela, São Miguel dos Campos e Marechal Deodoro, com o objetivo de averiguar as condições de trabalho, ouvir os anseios dos Magistrados e Servidores, e orientá-los acerca das normativas vigentes para aperfeiçoar o sistema de Justiça.

“A partir desse diálogo, nós conseguimos traçar metas para a resolução de problemas estruturais e de manutenção enfrentados nos fóruns, como também orientamos acerca do retorno presencial do Poder Judiciário de Alagoas. Outro ponto que destaco é a necessidade da presença do Juiz de Direito na unidade judiciária pela qual responde”, disse o Corregedor Fábio Bittencourt.

Em Junqueiro

O diálogo foi estabelecido com o Juiz de Direito Raul Cabus, que, por motivos de saúde, trabalhou de forma remota e precisou fazer uma videoconferência para apresentar o andamento das atividades cumpridas pela Vara do Único Ofício da Comarca de Junqueiro, como também um panorama das demandas relacionadas aos cartórios extrajudiciais. 

Os Magistrados visitaram, ainda, o Cartório do Único Ofício da cidade. “Nós mantemos a nossa serventia organizada e atualizada, porque nossos serviços são importantes para a comunidade e eles puderam presenciar isso. Essa visita nos deixa mais protegidos, mais acolhidos”, destacou a escrevente Teresa Cristina do Nascimento.

Teotônio Vilela

A chefe de cartório Jéssica Almeida, analista judiciária, comentou que as principais necessidades do Fórum de Teotônio Vilela estão relacionadas a reparos estruturais, elétricos e de informática. Ela afirmou que a unidade recebeu a visita de representantes da Diretoria Adjunta de Administração do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) e que já foi feito um levantamento das necessidades do prédio. “Eu já enviei ofício e agora estamos aguardando o atendimento das demandas”.

São Miguel dos Campos

No Juizado Especial Cível e Criminal de São Miguel dos Campos, a Magistrada Vilma Renata Jatobá de Carvalho aproveitou a oportunidade para sanar dúvidas a respeito do Sistema Eletrônico de Execução Unificado e do Conselho Nacional de Justiça. O Corregedor Fábio Bittencourt e os Magistrados Auxiliares visitaram todas as unidades judiciárias da Comarca e dialogaram com as Juízas de Direito Luciana Raposo, Soraya Maranhão e Laila Kerckhoff, bem como com os servidores.

Após audiência com a Juíza Luciana Raposo, o Procurador de São Miguel dos Campos, Igor Franco, afirmou que a Justiça no município presta um serviço de qualidade à população.

“A Justiça estadual em São Miguel dos Campos é muito prestativa, célere e efetiva. Eu tenho acompanhado, desde que ingressei no concurso, e sempre foi uma referência. Se a Justiça de primeiro grau é efetiva, é graças ao acompanhamento que o Tribunal de Justiça faz e todo o apoio que é prestado para entender as necessidades locais”, destacou Igor Franco. 

Marechal Deodoro

No Serviço Notarial e Registral de Marechal Deodoro, o interino Newton de Moura apresentou os benefícios de tecnologias implantadas na serventia para melhor atender o cidadão.

“A presença da Corregedoria-Geral da Justiça nas serventias extrajudiciais possibilita que seja demonstrado um pouco da realidade enfrentada diariamente pelos tabeliães/oficiais de registro e seus colaboradores, sendo de extrema relevância para que possamos identificar melhorias, e, assim, aperfeiçoá-las, permitindo uma melhor prestação de serviços à sociedade”, ratificou Newton de Moura.

No Fórum de Marechal Deodoro, o Corregedor também conversou com servidores e ouviu as necessidades de cada unidade judiciária.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.