Comarcas do Sertão de AL recebem mutirão para agilizar processos Além do Sertão, outras três comarcas do Estado também tiveram ajuda.

12 Maio 2020 - 20:02

Comarca da cidade de Maravilha foi uma das beneficiadas (Foto: Gutemberg Lima / Alagoas na Net)

As comarcas judiciais situadas em São José da Tapera e Maravilha, ambas no Médio Sertão de Alagoas, receberam uma ajuda extra para agilizar processos. De acordo com o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), 18 assessores foram deslocados de unidades com demanda reduzida para auxiliar as varas mais congestionadas.

Nomeada de “Mutirão Solidário, Justiça de Mãos Dadas”, além do Sertão, a ação também atingiu comarcas de Limoeiro de Anadia, Piaçabuçu e Joaquim Gomes. Ela teve início em 5 de maio e foi instituído por meio de ato normativo conjunto publicado pela Presidência do TJ-AL e pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ). O ato tem prazo de 30 dias, podendo ser prorrogado, caso seja estendido o período de teletrabalho.

A servidora Céfora Fidelis, lotada na 10ª Vara Criminal da Capital, é uma das que estão atuando no mutirão. Ela explicou que os assessores recebem orientações e metas para a execução das atividades. “Iniciamos a análise dos processos distribuídos e elaboramos as minutas das decisões e sentenças cíveis e criminais, acompanhando a linha de pensamento do magistrado responsável pela unidade beneficiária do mutirão”, destacou. 

Para a servidora, o mutirão é importante por estar voltado, sobretudo, ao jurisdicionado do interior. “Existe uma população que precisa receber um olhar diferenciado e creio que o Tribunal vem dinamizando os trabalhos para atender aos anseios dessa população nesse momento crítico, com o mutirão solidário”.

Da Redação com Assessoria TJ-AL

Comentários