Com problemas no coração, bebê santanense aguarda cirurgia no HGE

19 jun 2017 - 15:13

Criança foi diagnosticada há seis meses com a doença, entretanto, no último mês ela acabou sendo internada no hospital da capital.

Criança está aguardando cirurgia no HGE (Foto: Cortesia / Família)

Uma mãe sertaneja decidiu recorrer a imprensa após ver o sofrimento de sua filha num leito do hospital. A denúncia partiu da jovem Gabriela Pereira, que está “instalada” a cerca de um mês no Hospital Geral do Estado (HGE) junto com sua filha, a pequena Elen Victória da Silva, de 2 anos.

Ela e a filha são naturais da cidade de Santana do Ipanema. A criança sofre de tetralogia de fallot, doença de má-formação congênita do coração. O caso foi noticiado nesta segunda-feira (19), pelo site Gazetaweb.

A mãe conta que sua filha espera pela cirurgia há seis meses, mas foi no ultimo mês que ela acabou sendo internada no HGE. Desde então vem adquirindo infecções. “Quando ela fez um ano e seis meses os remédios não fazendo mais efeitos o médico decidiu operar, mas até o momento nenhum dia agendado foi realizado a cirurgia”, disse ela à reportagem do site da capital.

Gabriela alerta que a pequena Elen está com uma infecção no pulmão e talvez não consiga fazer a cirurgia, que foi marcada, mais uma vez, para esta terça-feira (20).

Quem também tem acompanhado a luta da mãe e sua filha é o líder comunitário Jaudiran Silva. Ele apelou aos órgãos públicos à resolução do problema. “Estão tendo muita informações desencontradas ou mesmo a falta delas. Estamos lutando para salvar a vida da nossa pequena e gostaríamos de ajuda da Defensoria ou do Ministério Publico para acelerar esse processo que já dura seis meses”, pontuou ele.

A Gazetaweb entrou em contato com a assessoria do Hospital Geral do Estado (HGE), que informou que entrará em contato com a família e os médicos responsáveis pelo atendimento da criança para obter uma resposta do caso.

O site Alagoas na Net também tentou contato, por telefone, com a assessoria do HGE, mas até o fechamento desta matéria as ligações não foram atendidas.

Da Redação com Gazetaweb

Comentários