Santana: Com pouco FPM, prefeito diz ter “carta na manga” para honrar pagamentos de servidores

31 jan 2017 - 07:30

O prazo legal para o pagamento de salário de servidores efetivos deste mês de janeiro deve se vencer no próximo dia 7.

Prefeito planeja como vai honrar os pagamentos (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

Prefeito planeja como vai honrar os pagamentos (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

Não é novidade pra ninguém que o prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões (PMDB) tem enfrentado surpresas financeiras desde que reassumiu o Poder Executivo. Basta lembrar as três retenções nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês de janeiro, sendo que as duas últimas foram mais drásticas e praticamente “zeraram os cofres”.

É bem verdade que o município com o porte de Santana tem como recurso principal e de maior valor o FPM, entretanto, vale salientar também que impostos como ICMS, IPVA, IPTU, ISS, dentre outros pequenos repasses federais também compõem o bolo de receitas da prefeitura sertaneja.

Infelizmente, estes últimos não têm, na prática, a mesma transparência como acontece com o FPM, que pode ser consultado via internet em datas programáticas. Por isso, não sabe-se publicamente o valor exato de quanto teria chegando neste mês.

Mas é pensando nas despesas e olhando para os desfalques que os cofres sofreram que o prefeito Isnaldo Bulhões relatou recentemente a reportagem do site Alagoas na Net, ter uma “carta na manga” para honrar com o pagamento rotineiros, principalmente as folhas dos servidores deste primeiro período do ano. O gestor não quis dar muita pista sobre esse tal coringa, mas explicou à redação que estava aguardando o relatório final do recadastramento de servidores. Segundo IB, o relatório estaria para ser entregue na quarta-feira passada, dia 25.

O prefeito afirmou que esses dados iriam dar a ele uma dimensão da quantidade de trabalhadores que hoje o município possui. Contudo, dado o prazo dito por Bulhões, o relatório indicado já deva ter sido analisado pelo Chefe do Executivo, mas até a presente data seus resultados ainda não foram publicizados pelo prefeito ou sua equipe.

A importância da publicidade vai alem do conhecimento dos próprios servidores e seus pagamentos regulares. Isso porque, antes mesmo de iniciar o recadastramento, o secretário Municipal de Administração e Recursos Humanos, Antônio de Pádua já alertava que o processo também poderia descobrir alguns servidores irregulares e com isso resultar num enxugamento de despesas desnecessárias e economia nas contas públicas.

E, quem sabe, poderia estar neste pequeno detalhe a possível “carta na manga” do prefeito de Santana do Ipanema.

Especulações à parte, o certo é que o prazo legal para o pagamento de salário de servidores efetivos deste mês de janeiro deve se vencer no próximo dia 7 (isso contando que esta data trata-se do último quinto dia útil após o mês trabalhado). Daí, o prefeito da cidade tem ainda mais uma semana para planejar o acerto de conta para com os trabalhadores municipais. Resta agora esperar os próximos passos dele e lembrar uma de suas recentes frases: “Quem viver, verá!”

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários