Causas do acidente com servidora pública na BR 316 ainda são incertas Equipe de policiais de plantão disseram que somente registraram o boletim com o achado do corpo da vítima.

16 set 2019 - 22:12

Moto encontrada junto a servidora pública (Foto: Cortesia / Alagoas na Net)

Ainda é desconhecido os motivos que levaram ao acidente que vitimou fatalmente a funcionária pública Willynelma Sales Alves, encontrada na madrugada desta segunda-feira (16) num trecho da rodovia BR 316, no povoado Alto do Tamanduá, em Poço das Trincheiras.

O site Alagoas na Net tentou buscar, durante a tarde de hoje, detalhes na 2ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), entretanto, os agentes de plantão, pertencentes a Delegacia de São José da Tapera, informaram que somente registraram o Boletim sobre o achado do corpo e que uma cunhada apareceu depois para identificar a vítima.

Os policiais confirmaram que uma equipe do Instituto de Criminalística foi acionada e esteve no local do acidente, o que deve resultar, após alguns dias, num laudo pericial com mais informações sobre o sinistro.

Ao serem indagados se teriam ouvido mais algum familiar, a fim de também buscar detalhes de antes ou depois do fato, os agentes responderam que isso fica a cargo da equipe titular da 2ª DRP.

O acidente

Willynelma Sales Alves foi achada sem vida ao lado de uma moto Honda Fan, de cor preta e placa placa ORG 2389 (Poço das Trincheiras) no KM 80 da BR 316.

Informações colhida pelo site, junto a populares, indicam que a servidora pública estava num evento em Poço das Trincheiras, quando voltava para Santana do Ipanema, local onde reside.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários