Carpinteiro é preso acusado de ameaçar ex-mulher em Dois Riachos

07 Maio 2019 - 18:30


Caso foi levado até a 2º DRP em Santana (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

O carpinteiro José Hélio da Silva Alves, de 25 anos, foi detido por uma equipe da Polícia Militar na noite desta segunda-feira (6) após ser acusado de ameaçar sua ex-companheira, Claudia Santos Soares, 31. O caso aconteceu em Dois Riachos, município do Médio Sertão de Alagoas.

Segundo informações obtidas na Delegacia Regional de Polícia, em Santana do Ipanema, a guarnição da PM tomou conhecimento da ocorrência na rua Carlos Gomes, no centro. A vítima relatou ter sido ameaçada de morte, caso ela não entregasse seu filho ao ex-marido.

O autor havia se evadiu do local antes da chegada dos militares, mas após algumas buscas, os policiais passaram novamente pela rua da vítima e encontraram o autor justamente na porta da casa da ex-mulher.

Foi realizada uma revista pessoal, porém nada de ilícito foi encontrado. Ciente da prática do crime de ameaça, ele recebeu voz de prisão e foi conduzido até a 2º DRP para a tomada das providências cabíveis.

Crime de ameaça contra a mulher

Segundo o art. 147 do Código Penal, o crime de ameaça estabelece uma pena de um a seis meses, ou multa. No entanto, com a adoção da Lei 11.340/06 (Maria da Penha), os benefícios previstos pela Lei 9.099/95, não são estendidos para quem comete crime contra a mulher.

“O acusado poderia ter sido preso em flagrante e é importante destacar que nenhum artigo da lei 9.099 pode ser aplicado nesse caso. Nem a suspensão condicional do processo, previsto no artigo 89, nem pode haver transação penal”, enfatiza o advogado Izaldy Barbosa.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.