Campus Sertão completa 12 anos de contribuição com o desenvolvimento regional As atividades de extensão, pesquisa e educação estão presentes em vários municípios sertanejos.

Lenilda Luna / Assessoria Ufal

18 mar 2022 - 17:51


Foto: Ascom / Ufal

Nesta terça-feira (15), o Campus do Sertão da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) completou 12 anos de existência, com forte atuação em projetos e ações de desenvolvimento socioeconômico da região.

Distante 291 km de Maceió, a inauguração do campus em Delmiro Gouveia, com uma Unidade em Santana do Ipanema, integrou a política de expansão e interiorização das Universidades Públicas, definida no Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). 

A presença da Ufal no sertão alagoano trouxe uma nova perspectiva para os estudantes que terminavam o ensino médio e não tinham condições de estudar na capital. Na primeira colação de grau, realizada em 2015, a importância do campus foi registrada na emoção da direção, dos professores e dos formandos. Muitos desses profissionais qualificados se mantêm na região, atuando na educação, na pesquisa e também na iniciativa privada. 

Entre as ações desenvolvidas no Campus do Sertão, destaca-se o Restaurante Universitário, que passou a atender a comunidade a partir de 2015, fortalecendo a agricultura familiar, já que os produtos são comprados diretamente dos pequenos agricultores da região. Na ocasião da inauguração, o  professor Tiago Trindade, diretor acadêmico do Campus do Sertão, destacou que “sem RU, os estudantes, quando tinham que passar os dois turnos no campus, não se alimentavam bem. Muitas vezes acabavam desistindo das atividades de extensão e de pesquisa”.

Recentemente, seguindo o compromisso de contribuir com o crescimento regional, foi formado um Grupo de Trabalho (GT) para ampliar as parcerias entre a Ufal e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba  (Codevasf), da 5ª Superintendência Regional – Penedo (AL), para o desenvolvimento e realização de projetos territoriais. “Nesse sentido, o Campus do Sertão possui a expertise nas atividades extensionistas”, ressaltou Agnaldo Santos, diretor do Campus do Sertão. 

Nesta semana de aniversário, o Campus do Sertão está oferecendo vagas remanescentes nos cursos de licenciatura. O Edital foi divulgado pela pró-reitoria de Graduação (Prograd),  nos cursos de Licenciatura em Ciências, Licenciatura em Letras Português e Pedagogia, na modalidade presencial, pelo Programa Institucional de Fomento e Indução da Inovação da Formação Inicial Continuada de Professores e Diretores Escolares ( Pril/Ufal).

Comentários