Câmara em Santana: oposição inicia cobranças e situação faz propaganda do Executivo Na primeira sessão do 2º semestre, vereadores da oposição e de situação começaram seus discursos habituais.

04 ago 2017 - 15:14

Vereadores começaram mais um semestre (Foto: Lucas Malta / Alagoas na Net)

Vereadores da Câmara de Santana do Ipanema iniciaram nesta sexta-feira (4) mais um semestre dos trabalhos legislativos do município. Sem muitas novidades em relação a projetos e pautas de maior relevância, a sessão ordinária foi marcada apenas por discursos mais calorosos dos edis. Cada um do seu jeito.

Por parte dos parlamentares da oposição vieram cobranças de alguns problemas pontuais da cidade. O vereador Jacson Chagas (PSol) falou das estradas vicinais e lembrou que este era um dos temas preferidos do atual secretário de Obras, Genildo Bezerra. “Era quem mais cobrava para se fazer as estradas. Acho que hoje o feitiço virou contra o feiticeiro”, disse ele sobre Papa Tudo.

O vereador José Vaz (PP) também usou a palavra e abordou novamente os problemas enfrentados por clientes do Banco do Brasil. O assunto inclusive foi pauta esta semana na Assembleia Legislativa de Alagoas, através de cobrança do deputado Ronaldo Medeiros.

Já da bancada da situação vieram elogios ao Poder Executivo. Começando pela vereadora Josefa Eliana (PSL), a Fofa, que rememorou a realização da festa da Juventude. “Foi uma festa linda, vindo gente de todas as localidades de Alagoas e até de outros estados”, frisou a vereadora.

O presidente da Casa Tácio Chagas Duarte, Mário Siqueira (PMDB), também não economizou nos adjetivos para avaliar o prefeito de Santana do Ipanema. “Fizemos a melhor festa da juventude de Santana do Ipanema”, disse Mário em parte do seu discurso, que finalizou com uma previsão: “Antes eu falava que Santana teria a melhor administração. Hoje eu falo diferente, Santana terá a melhor administração”.

Além dos vereadores mais falantes, a sessão também contou com a presença de outros parlamentares que não usam a tribuna com frequencia. Dos onze edis, somente dois faltaram a sessão de hoje: Moacir Junior (PMDB) e o vereador Marciano dos Santos (PPS). 

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários