Câmara Criminal julga 166 processos por videoconferência Foram 31 sustentações orais de advogados de diversos estados do país

25 fev 2021 - 18:00

Foram 31 sustentações orais de advogados de diversos estados do país (Foto: Clara Fernandes / TJ-AL)

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) julgou, nesta quarta-feira (24), recursos criminais e pedidos de liberdade. A sessão por videoconferência foi realizada pelos desembargadores Washington Luiz Damasceno, presidente do órgão, José Carlos Malta, Sebastião Costa Filho e João Luiz Lessa.

O julgamento também contou com alto número de sustentações orais. Ao todo, 31 advogados de Alagoas e de diversos estados do país solicitaram antecipadamente à Secretaria da Câmara Criminal e tiveram a oportunidade de realizar a defesa oral de seus clientes.

Para o desembargador José Carlos Malta, a sessão foi bastante atípica pela quantidade de processos julgados em um único dia, com várias sustentações orais e todos participantes em suas casas ou escritórios.

“Foi uma sessão muito movimentada e longa, mas muito agradável de se fazer principalmente porque mostra o nível de produtividade do TJAL. Pela Câmara Criminal, que é o órgão pelo qual eu posso falar, a produtividade está sendo a mesma apesar dos entraves da pandemia e estamos atendendo às expectativas dos jurisdicionados”, disse.

Os desembargadores analisaram e julgaram recursos criminais como apelações, embargos e medidas cautelares, além dos habeas corpus. 

Por Robertta Farias / TJAL

Comentários