Brasil e outros 21 países concentram 80% dos casos de tuberculose; OMS pede ações de combate

24 mar 2015 - 20:00

Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

De acordo com o Observatório Tuberculose Brasil, 80% dos casos da doença estão concentrados em apenas 22 países e o Brasil faz parte desta lista. Assim, o governo brasileiro tem um desafio lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS): adotar juntamente com os outros países da lista estratégias para alcançar, tratar e curar pessoas com tuberculose.

Só em 2013, 9 milhões de pessoas contraíram a doença e 1,5 milhão morreram em todo o mundo, aponta a OMS. O trabalho de contenção da doença tem apresentado bons resultados na avaliação da organização. Porém, os esforços ainda não são suficientes. “Nós temos 70 mil novos casos de tuberculose a cada ano com aproximadamente 4,6 mil óbitos. Mortes que poderiam ter sido evitadas”, alerta o Observatório Tuberculose Brasil em relação aos dados daqui.

A OMS recomenda como fundamental: fornecer cuidado específico ao paciente, buscar sistemas e políticas que facilitem os trabalhos de prevenção e cuidado médico e avançar com pesquisas e inovações necessárias para acabar com a epidemia. Reverter a transmissão da doença até o final de 2015 é um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs).

Tuberculose e o crack

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) chama a atenção para um detalhe que envolve a disseminação da doença. No Brasil, há casos de tuberculose por conta da população de usuários de Crack. O compartilhamento do cachimbo, o acúmulo dos usuários de drogas em ambientes fechados e isolados e a desnutrição favorecem a progressão para a doença ativa deste usuário, destaca a CNM.

Agência CNM, com informações da EBC

Comentários