BR-316/AL: saiba o que fazer ao identificar animais nas estradas

18 jul 2019 - 08:06


Animais na pista requerem atenção dos motoristas (Foto: Assessoria)

Quem viaja pela BR-316/AL, pode se deparar com animais na pista, uma situação inesperada e perigosa. Para reduzir os riscos de acidentes, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) instala placas de sinalização ao longo do trecho como medida preventiva.

Além das placas de sinalização instaladas pelo órgão, a Gestão Ambiental da BR-316/AL, por meio do Programa de Educação Ambiental, já abordou sobre o risco de criar animais soltos na pista com os proprietários rurais que possuem terra ou moram nas margens da rodovia.

É importante destacar que a legislação estabelece que a responsabilidade civil em caso de acidente causado por animal é do proprietário do bicho. O descuido, além dos riscos à segurança, também pode gerar prejuízo financeiro.

Mas o que fazer quando avistar animais na pista? Separamos algumas dicas:

• Reduza a velocidade;

• Nunca buzine para não assustar o animal;

• Não pisque os faróis ou jogue luz sobre o animal;

• Feche os vidros do veículo ao passar perto de animais de grande porte;

• Se for necessário ultrapassar, siga por trás dos bichos;

• Depois de ultrapassar, sinalize para os motoristas que vêm em direção oposta sobre o perigo, piscando os faróis. Piscar três vezes o farol e posicionar a mão para baixo com quatro dedos abertos indica a presença de animais na pista.

A obra de Implantação e Pavimentação da BR-316/AL teve o acompanhamento da Gestão Ambiental da BR-316/AL, executada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). O empreendimento seguiu os preceitos da Política Ambiental do Ministério dos Transportes e as medidas de compensação exigidas pelo licenciamento ambiental federal, conduzido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Por Assessoria / Gestão BR 316 AL

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.