02 jan

0 Comments

PRA LAVRA, PALAVRAS

Foto: M. Maggs / Pixabay

No último dia do ano, como que propositadamente elas faltaram. Elas fugiram. Não todas elas. Refiro-me as inusitadas, àquelas que nos sacodem, arrepiam-nos. Causam um frio na barriga assim que a vemos. Enfim, provocam o famoso “Insight” o estalo, o “eureka”! Aquela que faz a lampadinha acender sobre as nossas cabeças. 

“INSIGHT: substantivo com origem no idioma inglês que significa compreensão súbita de alguma coisa ou determinada situação. Também está relacionado com a capacidade  de discernimento, pode ser descrito como espécie de “Epifania”. Nos desenhos o “insight” é representado com uma lâmpada acesa a cima da cabeça do personagem. Indicando um momento único de esclarecimento em que se fez luz. Fonte: significados.com.br”

“EUREKA: Interjeição que significa “Encontrei” ou “Descobri” exclamação que ficou famosa mundialmente por Arquimedes de Siracusa. Do grego “heúreka”  pretérito perfeito do indicativo do verbo “heuriskéin” que significa achar ou descobrir. Supostamente pronunciada pelo cientista grego Arquimedes (287-212a.C.) ao descobrir como resolver um complexo dilema apresentado pelo rei Heirão, que queria saber se uma coroa encomendada ao ourives era de ouro puro ou se algum outro material de qualidade inferior entrara na sua composição. Fonte: significados.com.br”

Pois bem, em meio a uma trovoada de mensagens, a inundação de FELIZ ANO NOVO, FELIZ NATAL, FELIZ! FELIZ NATAL! NATAL, ANO NOVO, NOVO ANO! Ao qual naufragamos, submergimos, afogamos. Afogamos tristezas passadas, marcas do passado, sonhos que se foram. E emergimos de tudo isso, para um novo ano que daqui a pouco começa.

Vamos provocar: ANO NATAL FELIZ NOVO. A seu ver e ler este enunciado, sinceramente, pra você teria algum sentido lógico, tal construção léxico-gramatical? Pois então: Do ponto de vista prático, lhes digo que sim. Uma vez que tais palavras já fazem parte do nosso “ambiente linguístico” [termo criado agora pelo cronista]. Pela óptica do estilo prosaico não. Não teria sentido linguístico. No entanto, na poesia concebe-se perfeitamente como um verso.

Recorramos a música da saudosa cantora Cássia Heller [10/12/1962-29/12/2001] Quedei surpreso, ao ver a data que a famosa intérprete nos deixou. Foi pura coincidência, juro! Pesquisei enqnto compunha a crônica em tempo real.

“PALAVRAS AO VENTO

Ando por aí querendo te encontrar

Em cada esquina para em cada olhar

Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar

Que o nosso amor pra sempre viva

Minha dádiva

Quero poder jurar que essa paixão jamais será

Palavras apenas

Palavras pequenas

Palavras. 

Composição by Marisa Monte; Moraes Moreira. Fonte:  mus.letras.com.br” 

Lembrei agora de uma música religiosa que diz: 

Palavra não foi feita para dividir ninguém/ Palavra é uma ponte o amor vai e vem…

“A PALAVRA

Palavra não foi feita para dominar/ Destino da palavra é dialogar

Palavra não foi feita para opressão/ Destino da palavra é união

Palavra não foi feita para a vaidade/ Destino da palavra é eternidade

Palavra não foi feita pra cair no chão/ Destino da palavra é o coração

Palavra não foi feita para semear a dúvida a tristeza e o mal-estar

Destino da palavra é a construção/De um mundo mais feliz e mais irmão. Fonte: cifrasclub.com.br “A Palavra” Intérprete: Irene Gomes [compositor desconhecido pelo site]

UM POUCO DE HUMOR PARA ENCERRAR O ANO

“-Amor hoje faz 30 anos que casamos. Vamos matar um peru.

-Não senhora. A pobre ave não tem a menor culpa por esse desastre.”

“Hoje é o último dia que bebo esse ano. Beber agora só ano que vem”

“Dois bêbados mijando no pé duma cerca. Olhavam o céu estrelado e  um comentou:

-Como é bom mijar naquilo que é nosso.

O parceiro quis saber:

-Essas terras são todas suas?

-Não, estou falando das minhas chinelas.”

Alguém com um foto de Zeca Pagodinho e Ronaldinho Gaúcho. Gostaria de jogar como o cara da DIREITA, mas só consigo beber igual ao da ESQUERDA.”

24 dez

0 Comments

EITA E OS DERRADEIROS

Foto: BRRT / Pixabay

A proximidade do final do ano traz-nos, um turbilhão de coisas. Um redemoinho de lembranças, de recordações que nos fazem retroceder no tempo. Imaginamos coisas. Existe cor, ou cores predominante por este tempo. Músicas próprias dessa época que afagam nosso espírito. Sentimentos invadem nosso coração, nos últimos dias do ano. Com seus eventos característicos, tudo isso, empurrou-nos alguns termos para decifrarmos.

“DERRADEIRO Adjetivo; o que é o último; que ocupa a posição final de uma série, sequência etc; o jogo derradeiro foi o mais equilibrado; usado como último recurso ou possibilidade, final; derradeira oportunidade; que em relação aos demais é o último sobrevivente; remanescente: o derradeiro parente do avô. Sem sucessão; sem correspondente igual em gênero ou espécie; abraço derradeiro; acabou com seu derradeiro dinheiro. Etimologia (origem da palavra “derradeiro”) do Latim: “derretrarius; de +retrarius.a.um. Fonte: dicio.com.br”

Quando pequeno, nas festividades alusivas a pátria, nós alunos das escolas públicas tínhamos o dever cívico de desfilar pelas ruas da cidade. Capitaneados por uma banda marcial ou fanfarra, os pelotões eram formados em filas indianas assimétricas. E em ordem decrescente, os mais altos na frente até o mais baixo no final da fila. O último pelotão era apelidado de “Reborreia”. Palavra que só agora fui à busca do significado.

“REBORREIA – Mulher feia, maltrapilha, fedorenta, ralé, favelada foveira. Fonte: dicionarioinformal.com.br”

“CONFRATERNIZAÇÃO É um substantivo feminino que significa o ato de confraternizar ou conviver fraternalmente com outros indivíduos. Uma confraternização é um convívio ou socialização, muitas vezes entre pessoas que tem sentimentos ou opiniões semelhantes. Esta palavra tem origem em Latim Medieval “Confraternitas”. O dia 1 de janeiro é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o “Dia da Confraternização Universal”. Em Inglês a palavra é traduzida para “Fraternization”. TIPOS DE CONFRATERNIZAÇÃO: Existe a “Confraternização de Natal, e de Ano Novo. Existe também a “Confraternização de Empresas” que tem como objetivo a criação de laços entre membros da mesma empresa. O que pode resultar em aumento da produtividade. Fonte: ciberduvidas.iscte-iul.pt”

DE ONDE VEM O “EITA”: Registrada no dicionário Houaiss como interjeição que exprime satisfação ou espanto, diante de alguma coisa. Essa é uma dita: “palavra expressiva” sem origem definida e caracterizada por sons curtos e sem significado. Também grafada como “ETA” sua utilização é muito comum no nordeste brasileiro. Fonte: livro “De Onde Vem as Palavras”; origem e curiosidade da Língua Portuguesa de Dionísio Silva e o Dialeto Caipira de Amadeu Amaral. Fonte: fanoticias.com.br”

ARENGAR: Brigar, arrumar confusão; ARRUDIAR: Dar a volta; FARRAPAR: Falhar, faltar a compromisso; ACOITAR: dar guarida, acobertar; CACUNDA (vem da palavra Corcunda) parte de cima das Costas; DISCABRIADO: Desconfiado; LEVAR UM CARÃO (OU UM GATO) Levar uma bronca de alguém; TÁ LASCADO: Estar Cheio de Problema; ISTRUIR: Desperdiçar, estragar; IAPOIS: E Então. Fonte: dicionariopopular.com.br

UM POUCO (MAS POUCO MESMO) DE HUMOR:

GAFES DE FIM DE ANO

“Obrigado meu Amigo Secreto, pela garrafa de vinho, pelas flores. Só não entendi a galinha e a farofa.”

“-O que Acha da brincadeira de Amigo Secreto?

-É Como Contar Estrelas?

-Coisa Infinita?

Não, Uma Perdida no Tempo.”

“O Senhor costuma ceder seu lugar dentro do ônibus?

-Nunca. Jamais.

-O senhor é bem grosso né?

-Não. Sou o motorista.”

“Posso te convidar pra sair?

-Mas é claro!

-Por favor! Saia.”

JOÃOZINHO não tirava os olhos dos pés da amiga de sua mãe.

A mulher encabulada pergunta:

-Oxente! O que tanto olhas nos meus pés?

-É que mamãe falou que você tinha “Pés de Galinha”!

 

FELIZ NATAL PARA TODOS!

12 dez

0 Comments

CIFRA e CIFRÃO: De onde veio o símbolo que representa os valores monetários

Foto: Gerd Altmann / Pixabay

Em tempos de fim de ano, já dizia meu saudoso pai: “dinheiros curtos, morenas apaixonadas.” Cinquenta anos, já se passaram, desde quando dizia. Referia-se aos tempos difíceis à época. Imaginamos que nos dias atuais, não estamos tão diferente dos tempos de outrora. Aguçam-me a curiosidade no momento presente: CIFRA e CIFRÃO. De onde teria vindo o símbolo universal para representar os valores monetários, o dinheiro propriamente dito: Tão presente em nossa vida o Cifrão. Por outro lado, bateu-nos a curiosidade de saber se haveria alguma relação entre os termos: “barata/barato” em referência a algo de valor ínfimo, e o asqueroso inseto odiado pela maioria das donas de casa. Vamos aos fatos.

“CIFRÃO Origem do símbolo: As moedas têm uma representação gráfica geralmente constituída por duas partes: uma sigla de designação abreviada para o padrão monetário, que varia de país para país, é o Cifrão, símbolo universal do dinheiro e que se origina etimologicamente do termo árabe: “Sifr”. A origem do Cifrão data do ano 711, da era cristã. O general Táriq-ibn-Ziyád que comandou a conquista da planície Ibérica teria mandado gravar em moedas comemorativas, uma linha sinuosa, em forma de “S”, representando o longo e tortuoso caminho percorrido para alcançar o continente europeu. Cortando essa linha sinuosa  mandou colocar, no sentido vertical, duas colunas paralelas, representando as Colunas de Hércules, que significavam a força, poder e a perseverança da empreitada. O símbolo, assim gravado nas moedas, se difundiu e passou a ser reconhecido mundialmente como “Cifrão”, representação gráfica do dinheiro. Fonte: casadamoeda.gov.br”

BARATO: A palavra “Barato” encerra possibilidades ainda não resolvidas; BARATE em francês antigo significava: “Confusão” ou “Engano”; no Provençal era: “Agir, conduzir-se”. A palavra BARATAR no Espanhol significa “Fazer negócio” Fonte: origemdapalavra.com.br

“BARATO: Adjetivo, aquilo que se vende por preço módico ou baixo. SINÔNIMOS DE BARATO: droga, narcótico, tóxico, baixo, adjeto, chulo, corriqueiro, ignóbil, indigno, infame, inferior, ínfimo, inominável, mesquinho, reles, sórdido, vil, banal, vulgar, sensação, impressão, percepção. Fonte: dicionarioinformal.com.br”

“BARATA: A palavra vem do Latim “Blattaria”. Trata-se de uma subordem de insetos do grupo cosmopolita [Do grego “kosmopolités”: “cidadão do mundo”] consideradas seres sinatrópicos [indivíduos capazes de adaptar-se a ambientes urbanos] são vetores de diversos patógenos [doenças] entre os seres humanos. Estes seres existem a mais de 300 milhões de anos, atualmente somam mais de 5000 de espécies no mundo. O formato e tamanho variam dependendo da espécie, e do habitat. Curiosidade sobre elas: são seres onívoros [se alimentam de qualquer coisa], podem viver uma semana sem beber água, e até um mês sem comer, bem como conseguem sobreviver semanas se tiverem arrancadas sua cabeça. São seres altamente adaptáveis, conseguindo suportar temperaturas extremamente baixas e ambientes áridos. Algumas espécies conseguem aguentar catástrofes naturais, como uma dosagem de radiação de seis a quinze vezes maior do que um ser humano é capaz de suportar. Fonte: dicionariodesímbolos.com.br

Algumas informações nos chegam, que se alguém nos perguntar nem saberíamos como, quem disse, qual a fonte, a origem. Por exemplo, algum dia alguém disse-nos: “As baratas são capazes de sobreviver a uma guerra nuclear ou na superfície de marte.” Pronto! Aquilo fica marcado, e nunca mais esquecemos.

 “Você cortou o barato do meu amor/ Você mentiu, iludiu e me deixou por fora/ Você é culpada do meu samba entristecer/ Ah! Eu vou embora. Música de Benito de Paula, intérprete e compositor, contido no LP de 1975. Fonte: letras.mus.br”

“DINHEIRO, ORIGEM DO TERMO: A palavra “dinheiro” tem sua origem no Latim “DENARIUS NUMMUS, que significa “a “moeda que contem dez asses” – uma tradicional moeda de cobre. Não demoraria muito para que fosse chamada apenas de “Denarius”, e que se tornasse a mais utilizada em Roma ( tanto Império quanto República). No espanhol o termo virou “dinero”, no francês e no inglês “denier” e “dinner”, no italiano  “denaro”. Atualmente é o meio usado na compra/venda/troca de bens, serviços, transações financeiras, força de trabalho e divisas estrangeiras, além de ser unidade contábil. Fonte: gramatica.net.br

Encontrei aqui na internet, um site que fala das citações bíblicas onde o dinheiro é citado. Trata-se do jafetnumismatica.com.br. Ali estão importantes passagens do Evangelho em que o dinheiro é mencionado. Recomendo, vale a pena visitar. Nosso Comentário: Denarius numus traduziríamos simplificando ao máximo para: “De número dez”.

“O QUE É UMA CIFRA? O termo, vem do inglês americano, uma variante do inglês britânico: “Cipher”. São usadas para referir-se a qualquer mensagem codificada ou criptografada, uma espécie  de chave secreta. A palavra veio para o inglês através do francês antigo e do Latim Medieval, e se origina na palavra árabe “Sifr” que significa “estar vazio”, e se refere ao zero, da mesma raiz árabe. O primeiro uso de Sifra remonta ao reinado de Júlio Cesar. Cifras são usadas por um governo, um espião, uma empresa ou um terrorista. Na internet são usadas para transações de e-mail e cartão de crédito. As cifras também auxiliam na autenticação das mensagens, garantindo ao destinatário que a mensagem é do remetente que pretende ser.Fonte: oquee.com.br”    

UM POUCO DE HUMOR PARA ENCERRAR

UM CASAL CONVERSANDO:

-Descobri um jeito de me livrar de 90 kg de gordura.

-Como?

-Me separando de você!

CURIOSIDADE DO REINO ANIMAL

Se um Pato perde a pata ele fica Aleijado ou Viúvo?

PENSAMENTO DO DIA: Por que será que é mais fácil frequentar um Bar do que uma Academia? Simples: 1- No Bar todos estão alegres. Na Academia de cara trancada; 2- No Bar ninguém fica reparando se o seu Tênis é de marca; 3- No Bar você ouve as músicas de sua preferência. Na Academia só se for com fone de ouvido; 4- No Bar dividir os espaços com alguém dá pra prazer, e rendem bons papos. Na Academia isso pode dá até briga;

Aqui pra nós: Você já fez algo na Academia digno de um dia contar pros seus netos?

Fabio Campos, 12 de Dezembro de 2021.

06 dez

0 Comments

META, META, META

Foto: KNFind / Pixabay

Um colega professor alertou-me sobre o símbolo do infinito aparecendo sutilmente,  toda vez que precisou utilizar o aplicativo whatsapp ultimamente. Realmente constatamos a ocorrência. Não excetuando os comentários apocalípticos, partimos para a pesquisa. Ei-la.

“O grupo Facebook [Mark Zukerberg] anunciou na quinta-feira (28/10) ter mudado seu nome corporativo para “META”, uma decisão que é parte de uma grande reformulação que considera o futuro da internet. A mudança de nome não se aplica às suas plataformas individuais, como o Facebook, Instagram e Whatsapp, apenas à empresa que possui. A companhia exibiu uma nova placa em sua sede na Califórnia – Estados Unidos, onde o logotipo representado uma “curtida com o polegar foi substituído pelo símbolo do infinito.

Antes de abordar esses cenários futuros, porém, é preciso lembrar que há outras possíveis motivações mais pragmáticas para a mudança do nome Facebook para “Meta”. Nos últimos meses, o nome Facebook foi alvo de uma série de reportagens de denúncias e entrevistas, que acusa a empresa de colocar “lucros acima da segurança”, negligenciando, por exemplo, estudos que mostram o impacto negativo do aplicativo “Instagram” para a saúde mental dos adolescentes, ou tomando medidas pouco firmes para remover discurso de ódio de sua plataforma. O fundador da empresa se defende atribuindo a mudança de nome a um contexto de planos da empresa para construir um aplicativo novo: “Metaverso”, um mundo online onde as pessoas podem jogar, trabalhar e se comunicar, muitas vezes usando aparelhos de realidade virtual. META [Etimologia da palavra] “Meta vem do grego e significa algo como “Além”. Fonte: bbc.co”

“ORIGEM DA PALAVRA META: Esse antepositivo nunca é usado como palavra separada, sempre faz parte do início de outra, vem do grego “Metá” significa: Além, alterado, depois, atrás. Meta [substantivo] vem do Latim “Meta” significa: “Marco”, baliza, objeto de forma cônica que define o local onde os cavalos faziam a volta nas competições. Fonte: origemdapalavra.com.br”

“META [Adjetivo] [Química] Indicação da posição nos grupos que, ligados ao anel benzênico, estão  separados por um átomo de carbono. [Prefixo] que indica algo posterior: “Metaplasia”; indicação de mudança “Metamorfose”; indicação do que transcende, aquilo que vai além de outra coisa: “Metafísica”. Fonte: dicio.com” 

“META [Sinônimos] Objetivo, alvo, albino, branco, cândido, desígnio, ebúrneo, escopo,, fim, fim, finalidade, intuito, mira, motivo, pontaria, baliza, guia, limite, marco, término, chegada, Advento, conclusão, destinação,, destino,  encerramento,, êxito, extremidade,, fecho, desfecho, final, intento,  Morte, propósito, remate,  termo, direção, demarcação, divisa, extremo, golo, confim…Fonte: dicionarioinformal.com.br”

“METANOIA: Significa ação de mudar de ideia ou pensamento, seja, deixar de seguir ou acreditar em determinada coisa para vivenciar um novo modo de enxergar a vida, por exemplo. Do ponto de vista teológico Metanoia representa o processo de arrependimento e conversão do indivíduo para determinada doutrina. Consiste na reinterpretação que a pessoa tem da sua vida, seja moralmente, intelectualmente ou espiritualmente. Para a psicologia  trata-se de uma transformação profunda do indivíduo, quando este altera sua consciência do mundo, seja expandindo-a ou limitando-a. Fonte: significados.com.br” 

“METALINGUAGEM [Gramática] Metalinguagem é uma das funções da linguagem. Caracteriza-se por destacar a própria linguagem, utilizada na comunicação. Presente em textos verbais e não verbais. 

“META [ê] [do Verbo Meter] Modo Presente do Subjuntivo: as três primeiras Pessoas: que eu Meta; que tu Metas; que ele Meta. Fonte: conjugação.com.br”

“METAMORFOSE AMBULANTE [Música de Raul Seixas -1988] “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante/ Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante/ Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo…Fonte: raulseixas.discografia.com.br

UMN POUCO DE HUMOR PRA ENCERRAR

BLACK FRIDAY NAS ESCOLAS: O ALUNO TIRA 5 E FICA COM 10!

A Mulher Só um pouco a cima do peso queria saber:

-Amor por que você agora só quer transar de manhã?

-Porque comida pesada a noite não dá certo!

SOBRE A RAINHA ELIZABETH

Participou do funeral de 5 Papas; viu nascer e morrer o “Rei do Rock”; viu o início e o fim dos The Beatles; viu levantar e a queda do muro de Berlim, viu a chegada do homem a lua; sobreviveu a 3 pandemias. Se ela MESMO VACINADA DECIDE USAR MÁSCARA, É PORQUE A COISA REALMENTE É GRAVE!FILOSOFIA DO WHATSAPP

DEPOIS DO “ÔMICRON” VAI VIR A EMPODERADA “MUIÉCRON. AÍ TÁ DANADO!

30 nov

0 Comments

ÔMICRON, UMA NOVA SEPA, OU CEPA?

Foto: Ilustração

Apraz-me, os trocadilhos verborrágicos. Instigam-me as palavras camaleônicas. Confesso que ao ouvir sobre esta nova variante do Coronavírus, soou-me aos neurônios com um “n” ali no meio. Somente ao ver a palavra grafada, aqui na internet, saltou-me aos olhos a forma correta de escrita que a fonética iludiu-me.

SEPA OU CEPA? Iniciemos pelo termo adjacente.

“SEPA es el verbo “saber” conjugado em diferentes formas verbales, mientras que CEPA es um substantivo que se refiere al tronco de la vid, al origen de uma família o linaje, o a um grupo de organismo de ascendência común.  Tanto “Sepa” como “Cepa” son consideradas palavras homófonas em la mayor parte del mundo hispanohablante, donde no existe diferencie fonética alguna entre la pronunciación de la de “S” de la de “C”  de la de “Y” de la de “i”. Mientras que em España, donde sí se pronuncian de manera diferente, son tenidas como palavras  parónimas. Por ejemplo: “Sin que él Sepa, aparece por detrás y dale um susto.” O ejemplo: “Este vino es de la Cepa Syrah, cultivada em el valle del Ródano.”Fonte: diccionariodedudas.com

“No Pelourinho [Salvador-Ba], a professora Lúcia Vaz Pedro chama a atenção para um erro na escrita e na pronúncia de “Ómicron” que como palavra esdrúxula terá de exibir acento gráfico na penúltima sílaba.

Acrescente-se que “Ómicron” (Ômicron no Brasil)  é forma  “consagrada pelo uso”, conforme se observava em 1966, no vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves. Este filólogo considerava, no entanto, preferível “Ómicro “que por ter mais regular terminação, que por facilitar”. A formação do plural: “Ómicros”. A verdade é que “Ómicron/Ômicron  (do grego Ò mikrón “ o pequeno, ou seja breve” –cf Dicionário Houaiss)  é a forma que se fixou no uso correto, com os plurais “Ómicrones/Ômicrones e Ômicrons (registrado como variantes no Brasil). Quanto a pronúncia  de Ómicron, o “n”  é articulado como segmento consonântico nasal: “Ómicron(e), com ambos os “oo” abertos. No entanto, dada a tendência de muitos falantes para interpretar esse “n” final como sinal de nasalidade vocálica, é aceitável a pronúncia com o nasal: “Ómicrõ”. Fonte: Ciberduvidas da Língua Portuguesa/ ciberduvidas.iscte-iul.pt

DE ONDE VEM O TERMO ÔMICRON?

ÔMICRON é a 15ª Letra do alfabeto grego, que transliterada para o inglês seria equivalente a vogal “o”. A própria palavra “Õmicron, significa: “O Pequeno”; em contrate com “Ômega” “O Mega”, o grande. No sistema de numeração grega “Ômicron” tem um valor de 70. E deriva da Letra fonética: “ayin”. O sistema alfabético grego foi originalmente desenvolvido na Grécia por volta de 1.000 a.C. A medida que foi formado o alfabeto grego foi ligeiramente modificado pela adição e/ou remoção de várias letras. Fonte: muito.curioso.org

VOCÊ É UM, SAPIOSEXUAL OU UM DEMISEXUAL? O significado completo destes termos encontra-se no site à cima “muitocurioso.org”. Seria mais ou menos isso: SAPIOSEXUAL alguém que sente atração sexual por pessoas inteligentes. E quanto mais elevado for o nível intelectual do pretendente mais a excitada essas pessoas ficam. Já o “DEMISEXUAL seriam pessoas que sentem atração pelo intelecto da pessoa pretendida, a ponto do ato sexual, nem ser a parte mais importante, entre eles.

UM POUCO [MAIS POUCO MESMO] DE HUMOR PRA ENCERRAR

FILOSOFIA DE PÁRA-CHOQUE DE CAMINHÃO

“A MULHER NÃO MERECE PALMAS, MERECE O TOCANTINS INTEIRO”

“SE FERRADURA DÉSSE SORTE BURRO NÃO PUXAVA CARROÇA.”

“EM BRIGA DE SACI QUALQUER CHUTE É UMA VOADORA.”

AGENTE JUNTO É ERRO GRAMATICAL, A GENTE SEPARADO É ERRO DO DESTINO.”

MENSAGEM DE WATSAPP

“ATENÇÃO! VOCÊ QUE PRETENDE TOMAR TODAS NESTE FINAL DE ANO. O ORIFÍCIO CIRCULAR CORRUGADO, LOCALIZADO NA PARTE ÍNFERO-LOMBAR DA REGIÃO GLÚTEA, DE UM INDIVIVÍDUO EM ALTO GRAU ETÍLICO, DEIXA DE ESTAR EM CONSSÔNANCIA  COM OS DITAMES INDIVIDUAL DE PROPRIEDADE. TRADUZINDO: CÚ DE BÊBADO NÃO TEM DONO.”

15 nov

0 Comments

HIPOCRISIA E HIPÓCRATES

Foto: Arhnue Tan / Pixabay

Não raro, nos Evangelhos vemos Jesus Cristo, chamar os fariseus de “Hipócritas”.  Daí surgiu-nos uma dúvida, de onde teria vindo este termo?  Teria a ver com o filósofo grego, Hipócrates? Mas, não teriam vivido em épocas antagonicamente distintas?

“Hipocrisia vem do Grego HYPOKHRINESTHAI, significa “representar um papel, fingir”, formado por HYPÓS = “abaixo”, e KRIINEIN = “separar, escolher, peneirar”. A evolução do sentido foi separar gradualmente para “responder” dentro de uma peça de teatro, “representar, fingir um papel”. Já o nome de pessoa Hipócrates vem de HIPPOS = “cavalo”, mais o verbo KRATEO “eu domino”. É um nome muito antigo, que refletia a época em que uma pessoa que controlava um cavalo se destacava no seu meio. Veja que ambos os prefixos eram totalmente diferentes, inclusive na pronúncia. Acabaram porém, iguais em nosso idioma, por conta da simplificação de grafia.

INANIMADO E ANIMAL, EXISTE ALGUMA RELAÇÃO ENTRE? “INANE vem do Latim “INANIS” = “vazio, sem valor, inútil”. Enquanto que ANIMAL vem de “ANIMA = “alma”. Etimologicamente “Inane” vem de dois termos “IN” = “em”, e “ACNUS = “fundo”. Palavra que desapareceu cedo no Latim. ANIMAL vem de animado, aquilo que possui vida. Fonte: origemdapalavra.com.br”

E O QUE É O HIPOCAMPO? “A palavra “Hipocampo” deriva das palavras gregas: “Hippos” que significa “cavalo”. E “Kampos” que significa: “Monstro marinho” e se refere a estrutura que se assemelha a um cavalo marinho. Estruturas alongadas situadas ao longo do eixo longitudinal do cérebro, uma, em cada uma das partes mediais dos lobos temporais, e formam a parede medial dos cornos inferiores dos ventrículos laterais. Fonte: kenhub.com.br

COMENTÁRIO: Ali no verbo “KRATEO” vagamos, e fomos parar nas palavras: “democrata” e “Democracia” cujos significados aprendemos na escola: “governo que emana do povo, para o povo, e pelo povo.” 

VOCÊ ESTÁ VIÇANDO? A expressão parece ofensiva, libidinosa. De certa forma desrespeitosa. Ainda mais se dirigida de um professor, a um aluno. Muito disso, depende da interpretação. É preciso levar em consideração a Semântica: parte da gramática que estuda o significado das palavras. Analisemos, pois, à luz da Linguística. Vamos ao termo mais forte deste enunciado: “Significado de Viçando: vem do verbo viçar, o mesmo que medrado, vicejando, luxuriando. Significado de Viçar: o mesmo que vicejar, aumentar, desenvolver-se, medrar. Norte do Brasil: conceber, gerar. Luxuriante é sinônimo de exuberante, viçoso. Medrar é o mesmo que crescer, enfrentar, superar, impor-se. VIÇO: substantivo masculino Vigor, força [vegetais]; Ardor, resultante de bom tratamento [sentido figurado]; exuberância, força; Mimo, carinho extremo; vício [antigo]. Viçoso: com aspecto fresco e verde Fontes: dicionáriopriberam.com consulta em 13.11.21/dicionárioinformal.com/dicionárioonline.com”

O termo foi dito por nós mesmo, cronista e professor. Claro, tivemos que nos retratar, pedir desculpas aos atores envolvidos, e que naturalmente, se sentiram ofendidos. Entendamos pois, que a expressão tornou-se no nordeste sinônimo depreciativo, quase um atentado moral, um despudor. Vicejar, viçar, com dizem os dicionários é algo que remete a jovialidade, ao vigor e o crescimento. Tudo o que vai, além disso, não passa de puro preconceito. 

UM POUCO DE HUMOR PARA ENCERRAR

ELOFENSAS = ELOGIOS que na verdade são OFENSAS

BONITA DE ROSTO [significa dizer que a pessoa é FEIA, só se salva o Rosto!]

COROA CONSERVADA [Na verdade chamou de VELHA, só que de forma elegante!]

CHEINHA ou FOFINHA [Tradução: Você está gorda! Dito de forma carinhosa.]

BELEZA EXÓTICA [Exótico é algo estranho, diferente, nada legal esse “elogio”]

NEGRA BONITA [Significa que todas as outras NEGRAS são FEIAS]

TEM QUE TER CORAGEM PARA… [Quando alguém acha que está elogiando, ao dizer a uma pessoa que mudou o cabelo, fez um pircing, ou tatuagem]

Elogio sincero, de verdade diz comigo, meu amigo, e confrade, escritor e professor Marcelo Fausto: “Fabio! Desses professorezinhos merda que eu conheço, você ainda é o melhor!”

02 nov

0 Comments

Explicação da ladainha de Nossa Senhora

Foto: subin cho / Pixabay

Minha mãe Dineusa Bezerra Campos, dizia, que o seu sogro, meu avô paterno Antônio Francisco Soares de Campos costumava dizer que os meses mais quentes do ano, eram março e novembro. Se vivos fossem creio que mudariam de opinião. O mês de outubro realmente foi muito quente.

O calor parece-nos que até mesmo as palavras conseguiu abafar. Confesso que fiquei literalmente sem palavras, para compor minha crônica. Ocorreu-nos de trazer uma curiosidade macerada a muito tempo na cabeça. Alguns títulos atribuídos a Nossa Senhora Maria Santíssima. Sempre me perguntei, de onde viria o termo “Ladainha” e por que o “Ofício”. Outro dia vi escrito na blusa de uma devota de Nossa Senhora, o termo “Presidium” fazendo referência a uma devoção Mariana. Então Nossa Senhora socorreu-me até na hora de fazer minha crônica semanal.

Muito católicos costumam rezar após o Santo Rosário, a Ladainha de Nossa Senhora, mas poucos conhecem o grande valor teológico e simbólico de suas invocações. Muitas das invocações são óbvias: “Mãe do Criador. Rogai por nós.” Mas confesso que passaria por um aperto se me perguntassem: por que Nossa Senhora é invocada como Torre de Davi, ou Espelho de Justiça? Por que Torre de Davi e não Torre de Abraão ou de Moisés? Qual a origem dessa invocações? Não seria espiritualmente mais proveitoso repetir uma invocação sabendo seu significado? É claro que Deus é misericordioso e aceita benignamente as orações feitas com devoção e desejo de agrada-Lo, mesmo que não compreendamos inteiramente o significado delas. Mas o próprio desejo de agradar a Deus deve levar-nos a procurar entender com profundidade o significado daquilo que Lhe dizemos, e com isso, tornar mais eficaz o pedido que fazemos. Vejamos a procedência de algumas invocações da “Ladainha Lauretana” de autoria de André Domino.

ORIGEM DAS LADAINHAS A palavra “Ladainha” vem do grego e significa “Súplica”. Especificamente aquelas que eram rezadas em conjunto pelos fiéis que iam em procissão, às diversas igrejas. A casa na qual morou Nossa Senhora na Plaestina foi transportada milagrosamente para a cidade de Loreto – Itália em 1291, a feliz novidade espalhou-se rapidamente dando origem a numerosas peregrinações. Daí surgiu a “Ladainha Lauretana” em referência a cidade de Loreto.

COMPOSIÇÃO DA LADAINHA No início as invocações são dirigidas a Nosso Senhor e a à Santíssima Trindade, depois invocamos o Pai Eterno, o Filho e o Espírito Santo. Isso para que entendamos que Maria Santíssima é o melhor caminho para se chegar a Deus. COMPREENSÃO: A vida contemporânea, as novas civilizações fechou-se para o simbolismo. Como explicar e ressaltar a pessoas que ficam fechadas em cidades feias e perigosas a beleza de uma estrela? O ritmo de vida corrida e excitante de hoje   não favorece a meditação ou a contemplação das maravilhas da criação. Vejamos alguns significados das invocações simbólicas:

Espelho de justiça: Nossa Senhora é chamada assim porque ela é um espelho de perfeição. Pode ser admirada nela assim como vemos a luz refletida na água. Sede da Sabedoria: Nossa Senhor durante nove meses encerrou dentro do ventre seu Divino filho, portanto a sede da Sabedoria. Vaso Honorífico: Nossa Senhora guardou cuidadosamente em sua alma a graça recebida, e manteve a honra do gênero humano decaído. Se não tivesse existido Nossa Senhora, ficaria faltando na criação quem representasse a perfeição da criatura. Vaso Insígne de Devoção: A palavra devoto quer dizer dedicado, e Maria Santíssima foi esse exemplo de dedicação a Deus. Torre de Davi: Nessa invocação reconhecemos que Nossa Senhora na nova Jerusalém a igreja, é a torre que melhor protege e defende os fiéis da santa igreja de Cristo. Porta do Céu: Foi pro meio dela que Jesus Cristo veio a Terra, e é por Ela que nos vêm toda as graças. Estrela da Manhã: Pouco antes do nascer do sol, quando a escuridão é maior ela aparece no horizonte, uma estrela de maior luminosidade. Assim é Nossa Senhora, Ela é o anúncio da luz que virá.

Temos assim algumas explicações da “Ladainha Laureteana”, de modo que a compreensão delas nos ajude a rezar com maior fervor tão meritória oração. Fonte: André Domino “Na Escola de Maria, Ed Paulinas 4ª Edição São Paulo, 1962 by postado por “CatólicaApostólicaRomana” Fonte: Google.com.br

UM POUCO DE HUMOR CLIMÁTICO

TÁ TÃO QUENTE QUE SE VOCÊ ME TRATAR FRIAMENTE EU VOU AMAR!

BODE GAIATO

O Calor tá de matar passou um Urubu aqui agora, voando com uma asa só. A outra era se abanando!

O PAI SABATINANDO O FILHO:

-Por que no Nordeste é mais quente que no Sul?

-Porque o sol nasce aqui primeiro e quando chega lá tá mais frio!

ZÉ LEZIN

Na cidade de Patos na Paraíba é tão quente que eu

Me encostei num coqueiro, dai ouvi um barulho estranho: grugrugru!

Sabe o que era? A água dentro dos cocos fervendo!

NO WATSAP

Sabe que lugar nem o Capeta aguentou o calor? Santana do Ipanema!

25 out

0 Comments

“SINE QUA NON” ABRICÓ

Foto: Divulgação / Wikipédia

É mais ou menos assim, do nada, elas lhes aparecem. Assim, feito pessoas que você, apesar de nunca tê-las visto, parece que já algum dia na vida, conhecera.  Como aquele lugar no qual você jamais esteve. No entanto lhes aparenta tão familiar. Palavras, que traremos os significados, nesta crônica. Em algum lugar fizeram, ou foram parte de mim. Um dia estiveram comigo, e por algum motivo se foram. Eis que de repente, não mais que de repente estão de volta.

Abricó, apareceu-me num jogo de perguntas e resposta na tevê. Nunca provei deste fruto. Muito embora imaginei o acre doce de sua casca, como o nosso sertanejo umbu. Enquanto o formato lembrou-me do fruto da romã.

O ABRICÓ é um fruto de formato esférico, de cor amarelada, com polpa cremosa e doce, com algumas sementes no meio. A árvore que o produz, é chamada de “Abricoteiro”, mas tem outros nomes. Mede entre 5 e 7 metros de altura. As flores são brancas, as folhas grossas e brilhantes, sua copa é globosa. A fruta tem propriedades terapêuticas e medicinais, além de nutricional. O nome científico é “Mimusops” derivado de palavra grega: “Mimo” que significa Macaco, e “Ops” que quer dizer: “Que se assemelha”. A etimologia da palavra  significa: “Se parece com um Macaco”. Origem: O abricoteiro ou “Abricó-da-praia” é uma árvore oriunda da África Tropical. E possui outros nomes: “Abricó-das-Antilhas”; “Abricó-selvagem”; “Abricó-do-Brasil”; “Maracujá-dde-árvore”; “Abiu-da-praia”; “Balata. A árvore é encontrada , de forma nativa, nas praias e mangues da ilha de Madagascar (Costa Leste da África), na América Central, e também no Brasil, principalmente na região Norte. Fonte: greenme.com.br

ABRICÓ EM OUTROS IDIOMAS: Apricot = inglês; Aprikose = Alemão; Albaricoque = Espanhol; Abricot = Francês; “Percicum = Latim; “Verykokko = Grego. Fonte: Google.com.br/Tradutor”  

ARDUÍNO: Ao ouvir este termo, lembrei-me de “Beduíno”, ou qualquer coisa que levou-me ao Mediterrâneo. Lugar aonde jamais estive, não fisicamente. No entanto, lá muitas vezes fui, nos romances, nos artigos, nas fotografias, nos atlas geográficos. Na verdade, foi o jovem professor de Física, Clésio, da Escola Estadual Professor Mileno Ferreira da Silva, que nos apresentou a este termo.

O QUE É ARDUÍNO? É uma plataforma de prototipagem (ou seja, que cria modelos de futuros projetos) e surgiu para ser um dispositivo que fosse ao mesmo tempo barato, funcional e simples de programar. Basicamente, trata-se de um microcomputador que pode ser usado para realizar inúmeras funções. Inclusive, o sistema pode ser conectado a outros dispositivos, enviando e recebendo dados. Por exemplo: acionar os bombeiros, disparar um alarme, ligar o sistema de combate a incêndios. Este equipamento tem sido amplamente utilizado na construção civil, na medicina, em áreas que necessita de vigilância constante, ou unidades de saúde. Fonte: arqia.com.br

“Sine qua non” É expressão em Latim, uma Locução Adjetiva, que significa: “Sem o qual não”. Faz referência a uma ação ou condição de algo que “É indispensável” ou “Imprescindível”; ou “Essencial”. Considera-se que sem “aquilo” ou sua omissão, o resultado esperado não teria ocorrido. Fonte: Google.com.br

ORAGO, jamais teria sido eu apresentado a este vocábulo. Isso porque, uma palavra desse quilate tem que ser chamada de vocábulo. Apresentou-se a minha pessoa, através da mais recente crônica do caro amigo e confrade João Neto Félix Mendes, [João de Seu Liô]: “ORAGO DE NOSSA SENHORA” no blog: “apensocomgrifo.blogspot.com” de sua propriedade.

ORAGO: O santo que dá nome a uma capela, ou uma freguesia. Invocação. [Sentido Figurado] Aquele que profetiza a respeito da marcha dos acontecimentos futuros; oráculo. Etimologia: a palavra “Orago” é derivada do termo Latino “oraculu”; “Oráculo” (em português) Templo onde se dão oráculos, existe ainda a forma arcaica: oragoo : Fonte: dicio.com.br/Wikipédia.org.br”

UM POUCO DE HUMOR PARA ENCERRAR

VELHOS DITADOS, DE INTERNET:

“Amigos amigos, senhas a parte!”

“Antes só do que Chats aborrecidos!”

“Arquivos dados não se olha o formato!”

“Para um bom provedor meia senha basta!”

“Não adianta chorar sobre o arquivo deletado!”

“Em briga de internet não se mete o mouse!”

“Em terra de Offline quem está Online é rei!”

Hacker que ladra não morde, rouba!”

FILOSOFIA DE BANHEIRO PÚBLICO

“Não teste minha paciência. Eu já testei: NÃO FUNCIONA!”

“HOJE EU TÔ COISADO!”

“Galinha que acompanha Pato, MORRE AFOGADA!”

“Não sou ESPORTE, mas hoje estou ESPETACULAR!”

“TÔ NUMA IDADE QUE SOU FÃ DE: DINHEIRO NA CONTA, FÉRIAS E CAMA MACIA”

17 out

0 Comments

A LUA, E O SEXO

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

“Havia no alto da montanha três pequenas árvores que sonhavam, o que seriam depois de grandes. A primeira olhando as estrelas disse: Eu quero ser transformada num baú, o mais preciosos do mundo. Cheio de tesouros. A segunda, olhou para o riacho e suspirou: -Eu quero ser um grande navio, para transportar reis e rainhas. A terceira árvore olhou o vale e disse: -Quero ficar aqui, no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em Deus.

Muitos anos se passaram. Certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, e as levaram. A primeira árvore, acabou sendo transformada num coxo de animais, coberto de feno. A segunda virou um pequeno barco, carregando peixes e pessoas todos os dias. A terceira acabou cortada em grossas vigas abandonada num depósito. E todas as três, se perguntavam desiludidas o porquê daquilo. 

Numa certa noite, cheia de luz e estrelas, onde havia mil melodias no ar. Uma mulher colocou seu bebê recém-nascido naquele coxo de animais. De repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo: a criança era o menino Jesus! A segunda árvore, certo dia, transportou um homem que acabou dormindo no barco. Uma tempestade se fez, e aquele homem apenas disse:-Paz! E as águas se acalmaram. E a segunda árvore entendeu que carregava o Rei dos Céus e da Terra! Tempos mais tarde a terceira árvore espantou-se, ao ver suas vigas se unirem em forma de cruz, e um homem nela foi pregado. Mas ela descobriu que aquele que estava pregado ali, era Nosso Senhor Jesus Cristo! E entendeu que toda a humanidade jamais deixaria de olhar em sua direção, onde estava pregado o redentor do mundo o filho de Deus.

MORAL DA HISTÓRIA: Assim como as árvores, temos nossos sonhos, fazemos planos. E que nem sempre coincidem com os planos que Deus tem para nós. Mas quase sempre somos surpreendidos com sua generosidade e misericórdia. Fonte: cancaonova.com.br/escala.org.br

Esta, seria uma terceira história que eu costumo contar aos meus alunos, num primeiro contato que tenho com eles. Sobre o título apelativo, da minha crônica de hoje, explico. Amanheci com uma palavra pairando sobre os travesseiros. Nem tinha aberto os olhos ainda, e lá veio ela encontrar-me: “Efemérides”. Noutra oportunidade, já trouxemos o significado para cá. No entanto ao acessar o Google para minha surpresa, o site ofereceu-me primeiro um endereço com este título: “Disfunção Erétil” que sobrepunha ao site que dar-me-ia informação sobre o termo efemérides. Daí, lembrei-me que alguém já me havia alertado que as redes sociais estariam nos vigiando, vinte e quatro horas por dia. Pensei, seria então por que abri uma matéria no Facebook sobre este tema? Agora o robô que monitora todas as pessoas “sugeriu” a leitura sobre? Desconfianças aparte, façamos sem compromisso, uma correlação entre estes termos: Efemérides, Lua e Flores.

Primeira coincidência: são as três, palavras femininas. A flor se assemelharia ao sexo feminino; E a Lua? Diz o poeta, que é dos namorados, dos casais apaixonados. E isso explicaria porque as mulheres gostam tanto de receber flores.

EFEMÉRIDES: segundo definição do professor Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, em seu Dicionário Enciclopédico de Astronomia e Astronáutica “Efemérides” é uma tabela que fornece, em intervalos de tempo regularmente espaçados, as coordenadas que definem a posição de um astro. As Efemérides constituem o elo entre as teorias sobre as quais são constituídas e as observações posteriores, o que permite provar a validade daquelas.  Fonte: dicionarioinformal.com.br”

EFEMÉRIDE: Pode referir-se a feriado, dia de comemoração; data comemorativa ou especial; celebração a nível nacional ou internacional. astronomia: tabela de posição das estrelas em intervalos regulares. Fonte: wikipedia.org.br”

EFÊMERO: Adjetivo, algo de curta duração; aquilo que é breve; transitório. Sucesso efêmero. Característica do que é temporário, momentâneo; felicidade efêmera; Botânica: tipo de flor que desabrocha e murcha no espaço de um dia. Zoologia: aspecto comum aos insetos efemerópteros que servem de alimentos para os peixes de água doce, comumente conhecidos como “aleluia”, “siriruia”. Etimologia, origem do termo “Efêmero”, deriva do grego “efêmeros, do Latim ephémeron, que significa lírio branco do campo. Fonte: dicio.com.br”

As fases da lua teriam grande influência com o período de acasalamento e procriação de diversos animais. Teria estreita relação com o período fértil de muitos seres vivos. É notória a relação existente entre fases da lua e a “Libido” [outra palavra feminina] de muitos bichos. 

LIBIDO: Do Latim: “Anseio” ou “Desejo” é caracterizada como a energia aproveitável para os instintos da vida [Freud]. Santo Agostinho distinguiu três tipos de Libido no ser humano: “Libido Sciendi: Desejo do Conhecimento; “Libido Sentiendi: Desejo Sensual; “Libido Dominendi: Desejo de Dominar. Fonte: wikipedia.org.br”

Tem todo um sentido essa teoria do santo da igreja. Ainda mais se fizermos uma associação com as fases da vida: O infante, a criança, o que mais quer: aprender, conhecer; na fase de jovem e adulto descobrem a sensualidade; uma vez idoso ou senil, tudo que se quer é poder, dominar, juntar, acumular bens. 

UM POUCO DE HUMOR PARA ENCERRAR

“O dono da lancha é o cabeça branca/é o cabeça branca/A mulherada de copo na mão, biquíni fio dental/postando foto na rede social. Autoria: Tierry mus.com.br”

Aí o cara postou nas Redes Sociais: “Mim indiguem uma cerie que vali a pena assistir até o finau. Alguém respondeu pra ele: Ensino Médio: Só tem três temporadas.”

NORDETINÊS NO WATSAPP:

“No Nordeste ninguém diz: Você que lute. Diz: DÊ SEUS PULO!

No Nordeste ninguém pergunta: Qual é seu nome? Pergunta: “TU É FÍ DE QUEM?”

03 out

0 Comments

E VOCÊ, A QUEM DARIA CARONA?

Foto: StockSnap / Pixabay

Aos poucos, o mundo pós-pandemia, vai voltando ao normal. Entre uma determinação proibitiva do governo aqui, um decreto permissivo ali. As coisas vão andando, lentamente pelo miolo do cotidiano. Especificamente no meu campo de trabalho, as escolas se preparam para o “novo normal”. 

Numa primeira aula, habituei-me a quebrar o gelo contando algumas histórias que fui garimpando pela vida. Na minha crônica de hoje contarei uma dessas histórias, que por sinal nem título tem. 

É uma história sobre desafios e oportunidades. Sobre, como nós seres humanos, devemos estar sempre preparados para os desafios, que a vida se nos apresenta. E ter resposta certa, na hora certa, no momento certo.

Começo dizendo: Uma empresa estava precisando preencher uma vaga, para determinado cargo. Muitos jovens assim como vocês, se candidataram àquela vaga. Todos os candidatos se saíram muito bem na prova escrita. Diante do impasse, o gerente da empresa requisitou a ajuda de um psicólogo, que foi até a sala dos candidatos, parabenizou-os pelo desempenho. Dizendo no entanto, que precisava tirar dali apenas um deles, o que iria ocupar a vaga do emprego. E propôs um desafio: Façamos o seguinte, eu lhes contarei uma história. Ao final farei uma pergunta, quem der a resposta correta, preenche a vaga. Topam? A turma topou.

E o psicólogo passou a contar: Um jovem muito rico, resolveu dar uma volta com seu mais novo carro de corrida, em uma autopista. De repente, ao passar num desses abrigos que as pessoas ficam esperando coletivos, ali estava: Uma velhinha, um médico, que o rapaz reconheceu como sendo o médico que um dia salvou a sua vida, e uma moça muito bonita, tão bonita que ao vê-la, ele pensou: é a garota dos meus sonhos! O carro esporte em que o jovem ia, só tinha vaga de carona, pra uma pessoa. A pergunta que o psicólogo fez: A quem o moço deu carona?

A cada turma de alunos as opiniões se dividem entre: A velhinha, o médico e a garota. Daí, faço uma votação. E termino dizendo: Nenhum de vocês, infelizmente, preencheria a vaga do emprego! E arremato: Existe uma resposta correta. E qual seria? Perguntam-me eles. Eis: O jovem desce do carro, entrega ao médico que vai embora com a velhinha. E ele fica no maior papo com a garota.

CROPPED [Peça de roupa feminina] palavra de origem inglesa que significa “Cortada”. Já faz algum tempo, eu trouxe esse termo pra uma crônica minha. Depois de publicada, lembrei de “Crupiê”, o banqueiro de jogo nos cassinos.

“Croupier: É o profissional de cassino, responsável, por, cortar, distribuir o baralho, e pagar aos jogadores vencedores de jogos como: Poker, Blackjack, Bacará, Poker Caribenho e Roleta. Para eventos que estejam ocorrendo apenas torneios de poker, esse profissional é conhecido por: DEALER.” 

“DEALER, palavra da língua inglesa que na tradução para o português significa “negociante”. Pode ser utilizada em vários contextos: “Car dealer”: Vendedor de carro; “Poker dealer”: banqueiro de jogo; “Drug dealer”: repassador de pequenas quantidades de drogas ilícitas. Fonte: Google.com.br”

QUAL O SIGNIFICADO DA SIGLA: VAR? NO ESPORTE.

“A sigla VAR significa: Vídeo Assistant Referee, traduzindo para o português: Árbitro Assistente de Vídeo. Sua função é analisar imagens para ajudar o árbitro principal de uma partida de futebol, a tomar a melhor decisão em lances duvidosos, como pênaltis ou impedimentos. FONTE: esportelandia.com.br

Nas próximas crônicas, contaremos outras histórias, que contamos aos nossos alunos, nas primeiras aulas.

UM POUCO DE HUMOR, PELO DIA DO IDOSO

Essa foi o cantor Ronnie Von que contou: O pai de 89 anos, se inventou de cortar uns galhos duma árvore. Caiu da escada se esborrachou todo. Uma vez no hospital foi reclamar: Mas pai o senhor nessa idade fazendo aquilo! Ele respondeu: -Meu filho, entenda! Na nossa mente, a gente nunca passa dos 25 anos. O problema é o corpo, que não corresponde.

TRÊS VELHINHAS conversando:

-Quando eu morrer quero ser CREMADA.

-Já eu, quero ser ENTERRADA mesmo.

-Pois eu, bebo tanto vinho, que quero ser ENGARRAFADA!

O humorista MAZAROPPI, explicando o que significado de CASAMENTO CIVIL:

-É assim, se servir serviu. Se não servi não serviu, e separa! Uai!

Pra saber se está ficando VELHO: Vá até uma árvore e dê uma mijada:

Se juntar formiga: DIABETES.

Se secar rápido: Muito SAL.

Se subir cheiro de carne: COLESTEROL ALTO.

Se não acertar a árvore: PARKINSON.

Se não achou a árvore: CATARATA.

Se esqueceu de abrir o zíper: ALZHEIMER.

O NETO NA CASA DA VÓ:

-Vó, aqui tem Netflix?

-Tem não, tem Dorflex.


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.