Sobre Flaviana

Paulista, escritora, romancista, entusiasta, amante da vida, mãe, mulher empoderada. Funcionária Pública Estadual e Municipal. Formada em Pedagogia pela UFAL, especialista em Psicopedagogia, Educação Especial e Gestão Escolar, mestranda em Educação, artista plástica, Design de Interiores e se especializando em Psicanálise, Pedagogia Social e Direito Educacional.


Através de um livro conheci a história do nosso rio Ipanema

26 abril 2020


Capa do livro Ipanema, um rio macho, de Clerisvaldo B. Chagas (Foto: Cortesia)

No ano em que o rio Ipanema virou manchete nacional, após uma enchente que abalou em especial a cidade de Santana do Ipanema, muitos moradores deste município ainda não sabem a história desse rio, que nasce em Pernambuco e deságua em Alagoas.

Pensando nisso procurei algumas respostas lendo o livro “Ipanema Um Rio Macho”, do professor e escritor santanense, Clerisvado B. Chagas.

Indico essa obra como base primordial, não só para os moradores locais, mas para você que é professor, e que deseja transmitir isso aos seus alunos. Ela relata a origem do rio Ipanema e traz em detalhes todo o seu percurso, da nascente até a foz.

O livro é ilustrado com mapas, tabelas, fotos do rio, das aventuras de um grupo de amigos, aspectos técnicos e versos de um repentista.

O autor também aproveita para contar a história de sua infância à beira do rio Ipanema. As aventuras de um grupo de cabras machos que percorreram toda margem do rio Ipanema, do trecho Santana do Ipanema até sua foz, simplesmente a pé. 

“Durante as trovoadas de final e início de ano ou nos bons invernos o Ipanema botava cheias. Toda cidade parava para vê o Ipanema”, descreve Chagas.

Percebe-se que essa atitude das pessoas como está no livro, não é diferente de hoje. Mesmo em pleno risco dessa pandemia, moradores saem das suas casas para admirar o rio. As pessoas estavam alucinadas com aquele gigante. 

Dessa vez o rio tão belo e gigante, que antes adoçava os olhares de quem o admira. Infelizmente, a força da sua vinda, trouxe também tristeza e lágrimas para alguns ribeirinhos.

A você leitor que sofreu com enchente, se comoveu ou teve o coração partido pelas águas do Panema, venha conhecer toda história dessa força da natureza, no livro “Rio Ipanema Um Rio Macho”.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.