Sertão: Após morte da irmã, garoto ferido em explosão de celular recebe alta G.P.S. recebeu alta médica após se recuperar dos ferimentos sofridos após a explosão de um celular, que levou a irmã à morte

26 jul 2021 - 15:18

G.P.S. recebeu alta médica após se recuperar dos ferimentos sofridos após a explosão de um celular, que levou a irmã à morte (Foto: Tony Medeiros / Agência Alagoas)

Vítima de queimaduras em decorrência da explosão de um celular, ocorrida no último dia 15, na residência onde morava, em Pão de Açúcar, o pequeno G.P.S., de 2 anos, recebeu, nesta segunda-feira (26), alta médica do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.

A irmã do garoto, Geovanna Santos de Jesus, de 10 anos, que também ficou ferida no acidente, morreu nesse domingo (25), no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Ela recebeu todos os cuidados necessários, mas, não resistiu à gravidade dos ferimentos, uma vez que teve 40% do corpo atingido por queimaduras de segundo e terceiros graus.

De acordo com Tatiana Pereira, prima das crianças, o corpo de Geovanna foi sepultado na manhã desta segunda-feira (26), no povoado Santiago, em Pão de Açúcar. Já, G.P.S., que sofreu queimaduras na perna e braço esquerdos e também teve ferimentos no rosto, mas, em menor gravidade, permaneceu internado no HEA, até o momento da alta médica.

O caso chamou a atenção da imprensa e teve grande repercussão no Estado. Isso porque, há relatos de que explosões de celulares são comuns de ocorrerem quando os aparelhos estão ligados à energia elétrica. Entretanto, no caso do acidente que feriu os dois irmãos de Pão de Açúcar, o telefone móvel já estava carregado e encontrava-se embaixo de um travesseiro, localizado na cama onde eles dormiam.

Além de atingir as duas crianças, o fogo se espalhou pela casa, destruindo móveis, telhado, fiação elétrica, roupas e utensílios em outros cômodos do imóvel. Como a família é de baixa renda, amigos e vizinhos iniciaram uma campanha para ajudar na recuperação de móveis e eletrodomésticos que foram afetados pelo fogo.

Os interessados em colaborar com a família, podem depositar uma quantia em dinheiro, em uma conta da Caixa, cuja titular é Gilvânia dos Santos, mãe das duas crianças.

Agência: 3137

Operação: 013

Conta: 9135-4

Pix: 82981575135

Por Tony Medeiros / Agência Alagoas

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.