Após mais um suicídio de militar, OAB solicita reunião para discutir o assunto

13 ago 2018 - 10:00

Casos de suicídio na PM chamam atenção (Foto: Márcio Ferreira / Agência Alagoas)

Os casos de suicídios de policiais militares levou a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB-AL) a marcar uma reunião com o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Junior para discutir o assunto ainda esta semana.

De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-AL, Ricardo Moraes, a Ordem tem recebido diversas denúncias de casos de suicídios entre os policiais.

O último caso registrado foi o da soldado Laysa Avelino, de 29 anos, do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Arapiraca. Ela tirou a vida usando sua arma nesta domingo (12).

Para a OAB-AL o número de casos, muitos não divulgados, é preocupante. Ricardo Moraes explicou ainda que a maioria dos casos está relacionada ao trabalho do militar, que acaba tendo a sua saúde mental prejudicada nas atividades do dia a dia. Muitos reclamam da escala de trabalho exaustiva.

Veja matéria completa no Tribuna Hoje

Comentários