Alagoas tem 200 km de rodovias com obras de reconstrução em andamento Ao todo são nove obras de recuperação de estradas nas regiões Norte, Sul, Agreste e Metropolitana de Maceió por meio do programa Pró-Estrada.

30 abr 2021 - 22:39

Foto: Agência Alagoas

Quem percorre as estradas de Alagoas pode não lembrar de como elas eram até 2014, ano anterior ao início da gestão atual. Esburacadas e abandonadas, representavam, em vez de segurança e agilidade, perigo e descaso. 

Desde o lançamento do programa Pró-Estrada, em 2016, encabeçado pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), Alagoas se transformou em um canteiro de obras viárias por todas as regiões do estado. O governo traçou um plano de infraestrutura viária por meio da implantação de novas rodovias e de recuperação das rodovias já existentes, permitindo ao alagoano o direito de ir e vir em rodovias com padrão elevado de qualidade. 

De lá pra cá, o programa recuperou mais de 400 quilômetros de rodovias estaduais e acessos a municípios, rendendo ao estado o primeiro lugar no ranking das melhores rodovias do país segundo estudo publicado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). A gestão não se acomodou e Alagoas continua avançando e conta hoje com outros 200 quilômetros de rodovias estaduais com obras de reconstrução em andamento.

Na Região Norte do estado, estão em reconstrução as rodovias AL-465, no trecho de 19 quilômetros que liga Porto Calvo a Japaratinga; AL-105, entre Jacuípe e Porto Calvo, com 28 quilômetros de extensão; e AL-460, no trecho de 23 quilômetros que vai de Porto Calvo a Porto de Pedras. Totalizando 70 quilômetros de rodovias sendo recuperadas na região.

“Investir em melhorias nas estradas da parte Norte de Alagoas significa investir na vocação turística da região e permitir alavancar ainda mais uma das atividades que mais movimentam a economia do nosso estado”, afirmou Mosart Amaral, secretário da pasta, destacando que o Litoral Norte é um destino turístico consagrado internacionalmente e recebe milhares de visitantes todos os anos. 

Na região Sul do estado, estão em curso as reconstruções de outras duas rodovias: os 24,4 quilômetros da AL-105, ligando Coruripe a Teotônio Vilela, e os 42 quilômetros da AL-110 situados entre Penedo e São Sebastião. Outro trecho da AL-110, desta vez no Agreste, também está em obras na parte que liga Arapiraca, Taquarana e a BR-101, com 31 quilômetros de extensão. São obras importantes para o escoamento produtivo das regiões, levando benefícios para o estado como um todo.

Por fim, na região Metropolitana de Maceió, o governo do estado está reconstruindo o trecho da AL-215 que liga Marechal Deodoro a BR-101, com 18,5 quilômetros; a rodovia  AL-404, entre a Forene e a Usina Utinga Leão, com 8,8 quilômetros; e a AL-205, que dá acesso à Usina Camaragibe, com quatro quilômetros de extensão.

O secretário Mosart Amaral reforçou que todo o reconhecimento obtido até o momento é reflexo da do empenho do governador Renan Filho em entender a importância da elevação da qualidade da malha viária estadual para o crescimento econômico do estado e levar adiante obras estruturantes indispensáveis para o progresso de Alagoas. 

“Não foi por acaso que chegamos até aqui. O governador Renan Filho se empenhou desde o início para garantir que as rodovias de Alagoas tivessem um padrão de qualidade elevado, que garantisse a segurança dos motoristas e que também fossem, além de tudo, um grande vetor de desenvolvimento econômico para todo o estado, e é isso que tem acontecido desde então. Somos hoje o primeiro no ranking das melhores rodovias do país e ainda temos muita obra para fazer. Ainda temos muitas novidades para o povo alagoano em termos de rodovias. O trabalho continua”, concluiu.

Por Lívia Holanda e Manuela Mattos / Agência Alagoas

Comentários