Alagoas investe este ano R$ 100 milhões na segurança pública

08 fev 2013 - 15:59


Foto: Emerson Lima

O Governo do Estado fará este ano investimentos na ordem de R$ 100 milhões na área da segurança pública, utilizando os recursos obtidos por empréstimo junto ao Bando Mundial (Bird) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Esse montante representa o maior investimento anual já feito na administração pública estadual.

“Nunca se investiu tanto na segurança pública em Alagoas”, afirmou o governador Teotonio Vilela, que visitou nesta sexta-feira (8) a Central de Operação de Videomonitoramento, projeto implantado pela Defesa Social ao custo de R$ 9,5 milhões. A Seds trabalha atualmente na finalização do projeto de comunicação digital, orçado em R$ 30 milhões.

Com 81 câmeras em funcionamento nas principais vias da capital alagoana, o Sistema de Videomonitoramento é mais uma ferramenta de combate à criminalidade. Em breve, estarão interligadas ao Detran mais 18 câmeras modelo OCR, que farão a leitura de placas de veículos, e mais 40 câmeras doadas pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), a serem instaladas nos bairros do Vergel e no Conjunto Benedito Bentes.

O projeto contemplou a implantação de 185 quilômetros de cabos de fibra ótica e o Centro de Controle Operacional equipado com gerador 50 KVA, deixando o sistema imune à queda de energia. “O videomonitoramento são os olhos da polícia no cotidiano da sociedade”, afirmou o coordenador do Ciods (Centro Integrado Operacional da Defesa Social), tenente -coronel Marcos Sampaio.

“Os projetos adotados até agora têm por objetivo principal reduzir ao máximo o índice de criminalidade em todo o Estado”, disse o secretário Dário Cesar. Para ele, o sistema de videomonitoramento é mais uma ferramenta utilizada pela polícia alagoana no enfrentamento da violência, “porque os bandidos agora sabem que estão sendo vistos e monitorados por meio das câmeras”, afirmou.

Na ocasião, o governador Teotonio Vilela também conheceu o espaço onde será instalada a Sala de Situação e a Central Integrada de Operações, que faz o atendimento de ocorrências policiais. Dário Cessar informou que a Sala de Situação – responsável pelo acompanhamento de metas de combate à violência traçadas pela Defesa Social – entrará em funcionamento dentro dos próximos 45 dias.

Por PC/AL

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.