Acusados de matar empresário em Palmeira vão a júri nesta segunda (16)

13 mar 2020 - 11:58


Foto: Divulgação / TJ-AL

Fernando Carlos Medeiros e Gilberto Fernandes Bispo vão a julgamento nesta segunda-feira (16), a partir das 8h, no 3º Tribunal do Júri da Capital.

Os réus são acusados de assassinar o empresário Jair Gomes da Silva, conhecido como Grilo, no município de Palmeira dos Índios, em 2010. A sessão será conduzida pelo juiz John Silas da Silva, substituto da 9ª Vara Criminal de Maceió. 

O empresário foi assassinado em novembro de 2010, no centro da cidade, com quatro tiros na cabeça, efetuados por dois homens que estavam em uma motocicleta. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o crime foi planejado pelo fazendeiro Fernando Carlos Medeiros após discussão com a vítima em uma cafeteria. Durante a briga, Grilo teria dado um soco no acusado, que prometeu se vingar. O fazendeiro teria, então, contratado Gilberto Fernandes, Josival Rosendo, José Rosendo e Manoel Araújo da Costa para cometerem o assassinato. 

As gravações captadas pela câmera de segurança de um supermercado teriam mostrado o momento do crime e a imagem dos executores. Os réus Josival Rosendo e José Rosendo foram condenados em 2014. Manoel Araújo faleceu durante o processo.

Desaforamento

Em 2016, o julgamento foi desaforado para Maceió, a pedido da 4ª Vara Criminal de Palmeira dos Índios, motivada pelo fato de o assassinato ter tido forte repercussão na cidade. Além disso, o réu Fernando Carlos Medeiros, acusado de ser o mentor intelectual do crime, é casado com a ex-vice-prefeita de Palmeira dos Índios, exercendo influência política no município.

Por Winícius Correia / TJAL

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.