Acusado de matar vizinha após tentativa de estupro vai a júri nesta segunda (31) Segundo a acusação, o réu conhecia a rotina de trabalho do marido da vítima e aproveitou que ela estava sozinha para invadir a casa e praticar o crime

Assessoria / TJ-AL

28 jan 2022 - 17:00


Segundo a acusação, o réu conhecia a rotina de trabalho do marido da vítima e aproveitou que ela estava sozinha para invadir a casa e praticar o crime (Foto: Assessoria / TJ-AL)

A 7ª Vara Criminal de Maceió leva a júri popular, nesta segunda (31), o réu Denivaldo Santos de Amorim, acusado de matar sua vizinha, Thaynara Ferreira Aciole a facadas, após tentativa de estupro. O julgamento será conduzido pelo juiz Ewerton Chaves Carminati e terá início às 9h, no Fórum da Capital.

O crime ocorreu no dia 7 de agosto de 2019, no bairro do Bebedouro. Segundo a acusação, o réu era vizinho da vítima há vários anos e conhecia a rotina de trabalho do esposo dela, Carlos Eduardo da Silva. Aproveitando que Thaynara estava sozinha em casa, o réu entrou na residência e tentou manter conjunção carnal com a vítima.

O inquérito policial aponta que Thaynara resistiu à tentativa de estupro, o que fez o denunciado esfaqueá-la na região do pescoço até a morte. A vítima também foi atingida nas mãos, o que demonstra lesões de defesa.

Conforme os relatos constantes no processo, após a prática do crime, Denivaldo saiu da residência, foi para a porta da sua casa e, sem se importar com as pessoas ao redor, passou a lavar o sangue da vítima que estava na sua pele e roupa. As pessoas que estavam nas proximidades avançaram sobre o denunciado e começaram a linchá-lo.

Em seguida, a polícia chegou ao local, efetuando a prisão em flagrante do réu e apreendendo a arma do crime. 

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.