Acusada de matar italiano na Ponta Grossa vai a júri, nesta quarta (15) Segundo a acusação, a ré ocultou o cadáver da vítima em um dos cômodos da casa por cerca de 40 dias

Mark Nascimento / TJ-AL

14 dez 2021 - 17:01


Foto: Divulgação / TJ-AL

A 7ª Vara Criminal de Maceió leva a júri, nesta quarta (15), Cléa Fernanda Máximo da Silva, acusada de matar o marido, Carlo Ciccheli, e ocultar o corpo por cerca de 40 dias, em setembro de 2018. O julgamento terá início às 9h e será conduzido pelo juiz Filipe Munguba, no Fórum da Capital.

O crime ocorreu no bairro da Ponta Grossa. De acordo com o laudo pericial, a vítima foi atingida por instrumento contundente na cabeça, lesão por instrumento perfurocortante, com sinais de extravasamento de grande quantidade de sangue antes da morte.

Segundo a acusação, a ré ocultou o cadáver da vítima em um dos cômodos da casa. A motivação do crime teria sido questões financeiras, uma vez que o casal iniciou a vida no Brasil morando em hotéis de nível elevado e foram caindo financeiramente. Cléa confessou o crime em depoimento à polícia.

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.