Acidente mata uma pessoa e deixa duas gravemente feridas na AL 130 Polícia constatou, após teste do bafômetro, que um dos motoristas estaria embriagado no momento do acidente.

15 dez 2012 - 00:02

Choque com a árvore teria provocado a morte de um dos passageiros (Foto: Lucas Malta)

Um grave acidente ocorrido na noite desta sexta-feira (14) na AL 130, envolvendo dois veículos, acabou resultando na morte de uma pessoa e deixou duas gravemente feridas. O sinistro aconteceu por volta das 19h na rodovia que liga os municípios de Santana do Ipanema e Olho d’Água das Flores.

O fato ocorreu a poucos metros de uma fábrica de cerâmica, que fica localizada próximo ao campo de pouso. Informações preliminares dão conta de que um veículo Chevrolet Monza, de cor escura, que trafegava no sentido Olho d’Água das Flores/Santana do Ipanema se chocou com um caminhão baú, que vinha no sentido contrário.

De acordo com o que foi apurado por nossa reportagem, no local do acidente, o Monza teria acertado o pneu traseiro do caminhão, fazendo com que o mesmo perdesse o controle da pista e caísse numa ribanceira, só parando após acertar um pé de Craibeira.

O caminhão baú, da Tal Transportadora, estava com três pessoas no momento do acidente. O choque com a árvore foi tão violento, que uma das vítimas acabou não resistindo e faleceu no local. As outras duas foram socorridas por uma unidade do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e uma equipe do Corpo de Bombeiros, de Santana do Ipanema.

A vítima. Adailton Rodrigues de Melo, residente em Arapiraca entrou em óbito no local. Os outros dois, que também residem em Arapiraca, foram socorridas com vida, que são: Altamiro Valentino de Oliveira, de 44 anos e Givaldo Alves da Silva, 24.

CNH deverá ser recolhida (Foto: Lucas Malta)

Os dois foram levados até o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo (HRCRM), mas tiveram que ser encaminhados até a Unidade de Emergência de Arapiraca, devido a gravidade dos ferimentos. Os dois apresentavam fraturas e um deles tinha um corte profundo na cabeça.

Já o outro veículo envolvido no acidente, o Monza, a polícia constatou que o condutor se tratava do professor José Aparecido de Oliveira, mais conhecido por Cido, morador da cidade de Santana do Ipanema. O mesmo também foi socorrido no local até o HRCRM, mas teve apenas escoriações leves.

Embriaguez ao volante

Um fato inusitado se passou no Hospital Regional de Santana, pois o motorista do Monza estaria se recusando a receber atendimento. Após a chegada da polícia, os militares notaram que o mesmo aparentava sinais de embriaguez e diante disso foi solicitado que o mesmo fizesse o teste do bafômetro.

Teste do bafômetro acusou excesso de álcool no sangue (Foto: Lucas Malta)

O resultado do teste constatou que o motorista apresentava níveis alcoólicos acima do permitido. O teste acusou que Aparecido tinha 0,8 mg de álcool por litro de sangue [A Lei 11.705, conhecida como “Lei Seca”, estabelece que não é permitido dirigir após exceder o limite de 0,2 mg].

Após constatado, o motorista foi autuado em flagrante e levado até a 2ª Delegacia Regional de Polícia. O delegado plantonista Carlos Humberto de Almeilda, relatou que o autor deverá responder por crime de trânsito, tentativa de homicídio e homicídio culposo com dolo eventual, pois o mesmo assumiu o risco de dirigir embriagado.

Por Lucas Malta / Da Redação

Comentários