Sobre Sérgio Campos

Sérgio Soares de Campos, nasceu em 11 de novembro de 1961, em Santana do Ipanema, Alagoas. Possui crônicas publicadas em sites e livros como: À Sombra do Umbuzeiro e À Sombra do Juazeiro. É membro idealizador e cofundador da Associação Guardiões do Rio Ipanema (Agripa). Criou o projeto musical Canteiro da Cultura, lançado dia 14 de dezembro de 2019.


A insegurança, o discurso improdutivo e a falta de criatividade

31 março 2014


Frase

Frase: Anônimo

Eu buscava uma frase do poeta, romancista e dramaturgo Ariano Suassuna, a fim de complementar um artigo que estava escrevendo no qual falava de esperança, quando me deparei com a frase acima, do escritor e jornalista italiano Antonio Amurri (1925-1992).

A frase me chamou atenção devido ao fato de ter ouvido na última sexta-feira (28) o discurso de um legítimo representante do povo durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santana do Ipanema. O tema era a falta de segurança na cidade.

Como um repórter ávido por noticia, o vereador anunciava na tribuna da Casa “em primeira mão” que uma casa lotérica da cidade tinha acabado de ser assaltada.

O parlamentar, que responde pela alcunha de Papa Tudo, falou de vários casos de violência que ultimamente tem acontecido no município, inclusive um ocorrido contra a sua família.

Confira o artigo completo no Blog do Sérgio Campos

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.