52 cidades têm registro de crime eleitoral em Alagoas

04 out 2018 - 08:33

Ministério Público Federal tem atuado para coibir irregularidades nos municípios nesta campanha (Foto: Sandro Lima)

Na manhã desta quarta-feira (3), a Polícia Federal (PF) cumpriu um mandado de busca e apreensão, num apartamento no bairro de Pajuçara, por suspeita de compra de votos. O caso é mais um das 88 denúncias registradas no Pardal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aplicativo para recebimento de denúncias de crimes eleitorais.

Nem a  Polícia Federal nem o Ministério Público (MP) Eleitoral deram maiores informações sobre a operação desta quarta.

“A pedido da Polícia Federal, que apurou denúncia de cidadão sobre o possível cometimento de crime eleitoral de corrupção, o MP Eleitoral prontamente, na noite da última terça-feira (2), requereu ao Tribunal Regional Eleitoral [TRE] autorização para busca e apreensão. O qual, diante dos indícios apontados, concedeu a ordem. As investigações continuarão, a fim de promover uma eleição limpa e equilibrada em Alagoas, garantindo o respeito à vontade dos eleitores”, diz a assessoria de comunicação do MP Eleitoral. “Maiores informações ainda não poderão ser divulgadas para não atrapalhar as investigações da Polícia Federal em Alagoas na apuração da suposta prática criminosa”, completa.

Veja a matéria completa no TRIBUNA HOJE

Comentários