5 técnicas de edição para fazer vídeos de viagem memoráveis

28 out 2021 - 21:34

Foto: KM L / Pexels

Uma boa viagem renova as energias e alimenta a alma de coisas boas, não é? Bons registros desses momentos são essenciais para manter sempre na memória e compartilhar com pessoas que não estavam naquela ocasião, por exemplo.

Nada melhor do que o vídeo para eternizar esses momentos. O jovem Walter Chaing, por exemplo, já soma 1 milhão de views pela sua tour em 60 países, durante 3 anos e até hoje é um material que causa o desejo de fazer o mesmo. 

Conhecimentos simples de edição podem te auxiliar na criação desse processo, mesmo que você não seja um profissional da área.

Separamos técnicas básicas para incrementar seus vídeos de viagem e deixá-lo memorável para compartilhar por aí, mostrando um pouco da experiência incrível que você teve fora do seu habitat natural:

1. Cortar partes indesejadas

Os vídeos de viagem, na maioria das vezes têm muitos “erros”, como barulho, imagem desfocada, pessoas que aparecem em momentos inoportunos, etc. Por essas e outras, é importante visualizar todo o material gravado e selecionar as partes que você realmente deseja que esteja presente no vídeo, cortando as cenas do que não ficou muito bom ou do que não combina com o que deseja transmitir. Todos os editores de vídeo disponíveis no mercado, contam com a ferramenta de corte e geralmente a usabilidade é simples.

2. Acrescentar fotos ao vídeo

Em toda boa viagem guardamos diversos registros em imagem e as fotos podem ser o complemento ideal para um vídeo incrível. Você pode fazer vídeo com fotos online mesmo e obter um resultado parecido com este aqui: 

Além dessa ideia de utilizar selfies nos locais em que esteve, você pode usar fotografias diversas, como a gastronomia local, paisagens e situações interessantes. 

3. Transições

A transição é uma forma de dar sequência a cena que está sendo mostrada para uma outra sem evidenciar essa mudança. Hoje em dia existem muitas formas de recriar essa técnica, inclusive na própria câmera, cobrindo a lente, pausando o vídeo e dando continuidade em outro cenário. Esse modelo é muito usado para redes sociais. Outra forma, é usando o método cross cut que é usado para não perder o dinamismo da cena. Ele pode mostrar duas coisas que acontecem ao mesmo tempo, só que em locais diferentes.

4. Efeitos especiais

Não tem nada pior do que gravar um ótimo vídeo e depois perceber que as cores e qualidade não estão boas. Mas, como tudo tem um jeito, é super simples resolver essa situação com editores de vídeo que permitem acrescentar efeitos especiais, como alterar as cores e melhorar a nitidez, aumentando ainda mais a qualidade. Em situações mais críticas, mas com uma cena que você não queira descartar de nenhuma forma, consegue incluir efeitos de luz, sombras, ruídos de imagem, figuras e muito mais.

5. Trilha sonora

Em toda viagem sempre tem aquela música que não sai da cabeça e combina exatamente com o lugar visitado. Então nada mais justo do que colocá-la como trilha sonora dos vídeos. A importância da música é grande, pois dá um sentimento a composição, aproximando ainda mais o telespectador e fazendo com que ele se sinta nos lugares mostrados no vídeo. Então,na hora da escolha é bom pensar com cuidado e verificar a que mais combina com os ambientes. Caso você não utilize o áudio original, pode usar a própria voz para narrar os acontecimentos explicando como funcionam os lugares e dando dicas. 

Corre para planejar sua próxima viagem, e não se esqueça de pôr na mala os equipamentos para fazer bons vídeos e depois abusar dessas técnicas para deixar tudo ainda mais incrível.

Por Mirella Bittencourt – colaboração 

Comentários


Importante! Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.