Ordem para matar agentes penitenciários deixa categoria em alerta em AL Segundo presidente do Sindapen, caso haja algum ataque, categoria vai paralisar visitas.

19 jun 2017 - 10:38

Sistema Prisional Cyridião Durval (Foto: Assessoria / Seris)

Após um detento ser baleado no presídio Cyridião Durval, na última sexta-feira (16), o Serviço de Inteligência da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) interceptou uma ordem de uma facção criminosa para matar um agente penitenciário neste domingo (18). O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen) afirmou que caso haja algum atentado contra um agente, a categoria tomará providências.

De acordo com informações do presidente do Sindapen, Kleyton Anderson, a classe pode tomar as medidas do Departamento Penitenciário e suspender as visitas de todo sistema prisional por um mês, visto que a facção autorizou o ataque. 

Em um áudio divulgado, um dos prestadores de serviço comentou que a ordem da facção é de cometer o crime contra os agentes ainda por esses dias e pediu que a atenção fosse redobrada para que isso não ocorra.

Veja matéria completa no CadaMinuto

Comentários