MPF alerta sobre e-mails falsos enviados em nome da instituição Alagoanos têm recebido e-mails convocando para audiência na Procuradoria; Link de acesso a “processo MPF” é fraude eletrônica; E-mail falso deve ser descartado imediatamente

11 jan 2018 - 11:00

O usuário não deve, em hipótese alguma, clicar em links recebidos por meio da mensagem.(Arquivo/Agência Brasil)

Nos últimos dias, a unidade do Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas tem recebido muitas ligações telefônicas e um número significativo de pessoas que vão ao órgão em buscam informações sobre intimações ou notificações que receberam por e-mail.

Por esta razão, o MPF reforça a informação de que não envia e-mails para intimar, notificar ou comunicar qualquer procedimento investigatório. Caso você receba alguma mensagem em nome da instituição com o pedido de dados pessoais ou com a indicação de link de acesso a um processo do MPF, pode se tratar de fraude eletrônica.

Os e-mails falsos enviados em nome da instituição devem ser desconsiderados e apagados. A Secretaria de Tecnologia da Informação do MPF orienta que tais mensagens sejam deletadas sem que sejam abertas. O usuário não deve, em hipótese alguma, clicar em links, fornecer senhas e outras informações pessoais ou autorizar a instalação de programas recebidos por meio da mensagem.

O MPF apenas envia e-mail àqueles que tiverem registrado denúncia ou solicitação na Ouvidoria ou na Sala de Atendimento ao Cidadão (SAC) e tiver fornecido um e-mail para receber a resposta.

Por Assessoria / MPF – AL

Comentários