Filho de ex-vereador de Olivença é acusado de assassinar jovem em Monteirópolis

12 ago 2013 - 17:30

Foto: Reprodução /  Facebook

Beto Quintela, acusado do crime (Foto: Reprodução / Facebook)

O estudante universitário Beto Quintela, filho dos ex-vereadores por Olivença, Expedito Quintino e Magna Quintela, está sendo apontado pela polícia como o principal executor do jovem Renato Campos, crime ocorrido na madrugada do último sábado (10) no povoado Lagoa das Ovelhas, município de Monteirópolis, na Região do Sertão.

A informação foi passada pelo Delegado Regional da Delegacia de Batalha, Rômulo Monteiro, que disse já estar ouvindo as principais testemunhas do caso, e que ainda nesta terça-feira (13) deverá solicitar a prisão preventiva do acusado.

“Ele cometeu um crime covarde e sem nenhuma justificativa. Atirou pelas costas da vítima, sem nenhuma chance de reação”, relatou o delegado regional.

O crime

Segundo informações da Polícia Militar, o jovem Renato estaria acompanhado da namorada no momento em que foi atingido. Testemunhas afirmaram à polícia que o acusado apareceu de surpresa e desferiu vários tiros contra a vítima e logo após fugiu do local.

Parentes e amigos da vítima suspeitam que Beto teria cometido o crime movido por ciúmes, já que a namorada da vítima se tratava de sua ex-mulher.

Mesmo com a informação sobre o autor dos disparos, a polícia não conseguiu localizar o jovem Beto Quintela, que para a polícia está foragido.

Renato foi morto pelas costas, com vários tiros de pistola 360 (Foto: Reprodução Facebook)

Renato foi morto pelas costas, com vários tiros de pistola 360 (Foto: Reprodução Facebook)

Da Redação