Canal do Sertão em Alagoas poderá ser coberto com placas solares Projeto foi abordado pelo vice-governador Luciano Barbosa. Apesar do "anuncio", poucos detalhes foram dados sobre o assunto.

11 ago 2017 - 08:56

Luciano encontrou representantes internacionais no Palácio (Foto: Thiago Sampaio / Agência Alagoas)

O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa revelou nesta quinta-feira (10) um projeto que estaria sendo desenvolvido pelo Governo de Alagoas para transformar toda a extensão do Canal do Sertão em Alagoas numa usina fotovoltaica para captação e geração de energia solar.

Além da imprensa, a informação foi repassada ao embaixador do Canadá, Rick Savone, e o vice-cônsul comercial de tecnologias, Patrick Courcelles. Ambos visitaram neste dia o político alagoano no Palácio República dos Palmares, em Maceió.

Luciano também falou de outra iniciativa, que será a instalação de painéis sobre os telhados das escolas da rede estadual. “Alagoas precisa se planejar para os seus próximos 50 anos”, declarou o vice-governador em parte de sua fala. Apesar do “anuncio”, Luciano não falou mais detalhadamente quando e como esse projeto seria implantado.

Barbosa apresentou as vantagens de aproveitar o Canal do Sertão para a geração de energia solar. “Primeiro, teremos uma grande produção de energia. São cerca de 250 km de extensão do canal. Segundo, vamos evitar a evaporação dessa água, uma perda que não faz sentido. E terceiro, essa cobertura evitará que a água seja contaminada pelo mau uso ou por animais”, voltou a falar o titular da Educação.

Da Redação com informações da Agência Alagoas