Deputados eleitos em AL receberam mais de R$ 2,5 milhões das empresas citadas na Lava Jato

18 nov 2014 - 03:00

Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

O Portal CadaMinuto divulgou nesta segunda-feira (17) uma reportagem que mostra um levantamento sobre doações de campanha de dezesseis deputados alagoanos, entre eles federais e estaduais, que receberam recursos das empresas envolvidas na Operação Lava-Jato que investiga um grande esquema de corrupção envolvendo a Petrobras.

A matéria cita nomes de parlamentares, alguns deles com mandatos já algum tempo e outros que deverão ter sua primeira iniciação na Câmara Federal. Um exemplo é o deputado Givaldo Carimbão (PROS), que conseguiu sua reeleição neste pleito. Segundo a pesquisa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o político recebeu mais de 350 mil em recursos de três empreiteiras diferentes.

Já o ex-prefeito de Coruripe e então eleito também deputado federal, Marx Beltrão (PMDB) recebeu a bagatela de R$ 300 mil somente de uma empresa acusada na operação da Polícia Federal.

O levantamento do site alagoano mostrou que no total, o investimento das empresas no cenário político de Alagoas foi de R$ 2.525.168,00. Ele também cita que uma matéria publicada no jornal Folha de São Paulo, as investigações da PF constataram que os contratos firmados destas empresas com a Petrobras somam mais de R$ 59 bilhões, durante o período de 2003 a 2014 e que, para a PF, esse valor era utilizado para movimentar e financiar as campanhas eleitorais em todo o país.

Confira a reportagem completa, com valores para cada deputado, CLICANDO AQUI.

Da Redação com CadaMinuto